Em 2018, os costelões assados atraíram grande número de apreciadores. Este ano, mais de cem costelões vão ao fogo de chão (Foto: Alvaro Pegoraro/Arquivo FM)

A bebida símbolo e o prato típico do Rio Grande do Sul são anfitriões de um evento que ganha destaque estadual em 2020. A 2ª edição do Festival do Churrasco e Chimarrão celebra as tradições gaúchas em Venâncio, entre os dias 24 e 26 de abril. A festividade acontece no Parque Municipal do Chimarrão e oferece um cardápio extenso de programações culturais e gastronômicas.

Neste ano, o evento é organizado pelo Rotary Club Chimarrão, em parceria com a administração municipal e a expectativa é de levar grande público para apreciar o já tradicional ‘Costelão do Rotary’, que chegará à 6ª edição. Este ano, mais de 100 costelões serão assados.

A expectativa do presidente do evento, Eduardo Heisler, é de que em 40 dias a programação esteja fechada com shows, apresentações e atrações voltadas para todas as idades. “Queremos ofertar um festival para as famílias, com programações que encantem os pequenos e também jovens e adultos. Estamos trabalhando para fechar as atrações tanto musicais quanto de exposições, feira comercial e um espaço kids para a diversão das crianças”.

Em parceria com a Secretaria de Cultura, o Rotary busca verbas na Lei de Incentivo à Cultura (LIC) para organizar um Festival de Música Gaúcha durante os três dias de evento. “Será uma oportunidade de novos cantores mostrarem seu trabalho e de termos em nossa cidade grandes nomes da música tradicionalista”, afirma Heisler.

Mais do que celebrar a cultura gaúcha, o Festival marca a data de 24 de abril, dia oficial do Chimarrão, instituído pela lei estadual 11.929. Conforme a história, o consumo de chimarrão se tornou conhecido com a chegada dos espanhóis às terras da América do Sul. Porém o uso da Ilex Paraguariensis (nome científico da erva mate), já era tradição entre os índios Guaranis.

Oriundo do Pampa, a descoberta do churrasco também é atribuída aos índios, que assavam a carne ao ar livre, em uma fogueira, sobre pedras. Atualmente, Venâncio é considerado importante Polo de Proteína do Estado, sendo o 2º município do Rio Grande do Sul em abate de bovinos. As culturas ultrapassam gerações e seguem presentes no dia a dia dos gaúchos e também de diversos outros estados do Brasil.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome