Coordenador da Defesa Civil Municipal, Dário Martins, acompanhou o sobrevoo (Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

Durante a tarde desta quinta-feira, 9, a Defesa Civil do Estado sobrevoou a região de Vila Mariante e encaminhou a doação de itens, como 28 colchões, 28 travesseiros, 65 cobertores, mil máscaras, 60 frascos de álcool gel, 60 frascos de sabonete líquido, 20 protetores faciais e 200 luvas descartáveis.

Moradores do 2º distrito e de localidades próximas foram atingidos pela enchente do rio Taquari. Conforme informações da assessoria de imprensa da Prefeitura, durante a tarde dessa quarta-feira, 8, e principalmente nesta quinta-feira, cerca de 80 pessoas foram retiradas de suas casas, algumas retiradas dos telhados das casas – pelo Corpo de Bombeiros e pela Defesa Civil.

A maior parte dos resgates foi realizada nesta quinta-feira por causa da resistência dos moradores em deixar os lares já na quarta-feira. Após o resgate, eles receberam o suporte inicial na base montada junto ao ginásio de Linha Mangueirão. No local, a Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social atende cerca de 15 pessoas, oferecendo alimentação, roupas e itens de higiene.

Na secretaria e no Gabinete da Primeira-Dama também estão sendo arrecadas doações de alimentos, água, roupas, calçados, móveis, material de limpeza e uso pessoal, que serão encaminhadas para as pessoas atingidas pela enchente. Quem quiser ajudar com qualquer item, pode ligar para os telefones 3983-1030 ou 9 9770-0718, que uma equipe irá buscar no local indicado a partir de um roteiro que será elaborado nesta sexta-feira, 10, conforme os contatos feitos.

Além disso, está à disposição um caminhão para auxiliar nos utensílios pesados, como móveis. O horário de atendimento será das 8h até as 16h30min. Na comunidade, diversas campanhas também estão acontecendo para ajudar os desabrigados.

Energia elétrica

Os acessos a Mariante, bem como a energia elétrica foram interrompidos. Em diversos pontos a água cobriu residências. Na localidade, o nível da água chegou a 18 metros. A forte correnteza também dificultou o trabalho.

Outras regiões adjacentes também estão com os acessos bloqueados. Um helicóptero da Brigada Militar auxiliou nos resgates. Inclusive, uma família que estava ilhada em Linha Itaipava das Flores foi resgatada no fim da tarde desta quinta-feira, 9. Em paralelo, a Defesa Civil do Município já realiza os levantamentos para o encaminhamento de Decreto de Emergência.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome