Foram contemplados ainda 2.856.513 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 28 de março
Foram contemplados ainda 2.856.513 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 28 de março (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O prazo para envio da declaração do Imposto de Renda (IR) 2020 se encerra em 14 dias e, até ontem, 71% dos contribuintes de Venâncio Aires que precisam declarar o IR já tinham cumprido o compromisso com a Receita Federal. Até o momento, 6.630 declarações foram encaminhadas, das 9.300 da meta esperada.

Segundo o delegado da Receita Federal de Santa Cruz do Sul, Leomar Padilha, o percentual do município é maior na comparação com o estado, país e o grupo com 69 municípios atendidos pela delegacia regional.

No Brasil, o percentual de declarações já realizadas chega a 62%; no Rio Grande do Sul, 65%; e nos municípios atendidos pela Delegacia da Receita Federal de Santa Cruz do Sul (DRF/SCS), 68%. O prazo para envio já é estendido, já que nos anos anteriores encerrava no último dia do mês de abril.

Junto ao recebimento das declarações já está sendo feita a restituição para os contribuintes que tem direito de reaver parte do valor. O primeiro lote foi liberado no dia 29 de maio para idosos e pessoas com deficiência.

Já o segundo será liberado no dia 30 de junho, seguindo até o quinto lote em setembro. Após os grupos prioritários, contribuintes que entregaram a declaração primeiro têm prioridade para receber os valores.

DOAÇÃO

Padilha ressalta que é importante lembrar os contribuintes que ainda não enviaram a documentação, que até 6% do imposto devido pode ser destinado para o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente e Fundo Municipal do Idoso, sendo 3% para cada. “Essa atitude cooperativa e solidária é extremamente importante, em especial nesse momento de incerteza econômica”, afirma.

O delegado afirma que Venâncio Aires tem um potencial de aproximadamente R$ 1.250.000,00, valor que defende que pode ajudar a cidade duplamente. “Ajudará crianças, adolescentes e idosos em grande situação de vulnerabilidade social. E, desse dinheiro todo, certamente será gasto no comércio local, fomentando a economia e gerando empregos”, observa.

No ano passado, o município deixou de receber cerca de R$ 1,2 milhões, pois foram destinados, no total, pelas pessoas físicas, somente R$ 59.679,00. Dos 3.241 contribuintes que poderiam destinar a doação, somente 64 fizeram o repasse diretamente na declaração.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome