Entrevista: Rafael Henn aborda a inovação como forma de garantir a sustentabilidade das empresas

-

Vice-reitor da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), o professor Rafael Frederico Henn tem atuação profissional e acadêmica voltada às áreas de engenharia da produção, gestão da qualidade, logística e planejamento estratégico, entre outras. Mestre em Administração e Negócios, ele aborda a importância da inovação para as empresas e ressalta que ela está ligada à simplicidade e à execução.

Qual a importância da inovação para as empresas do ramo de comércio e serviços?

Rafael Frederico Henn: Eu acredito na simplicidade. Muitas pessoas acreditam que inovar é algo complexo, difícil de implementar e somente grandes empresas conseguem. Isso é um mito. Peter Drucker, considerado o guru da Administração, apresenta a inovação como “o ato de atribuir novas capacidades aos recursos (pessoas e processos) existentes na empresa para gerar riqueza”. Ou seja, a inovação pode ser a mudança de um processo ou produto que trará benefícios para a empresa. Não precisa ser algo novo para o mundo. O mais importante é colocar as novas ideias em prática. Estar atento às novidades do setor. Acompanhar as tendências. Para mim, a inovação não está na ideia, mas, sim, na execução.

Quais as principais mudanças impulsionadas pela pandemia de Covid-19?

Sem dúvida, a transformação digital é, hoje, a necessidade primordial de qualquer negócio, instituição ou pessoa – tanto para alcançar sucesso quanto para sobreviver à reestruturação que as tecnologias digitais estão causando no planeta. De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), desde o início da pandemia, as vendas on-line cresceram 70% em todo o mundo. Não há mais como pensar em um negócio sem considerar o impacto da internet.

Além da inovação, quais outros fatores são fundamentais para a sustentabilidade das empresas do setor terciário?

Ter pessoas bem preparadas é um fator crítico de sucesso para qualquer empresa. O cenário da transformação digital impõe mudanças que não permitem nada estático, sejam empresas, pessoas ou sociedades. Tudo precisa se transformar. E, particularmente, os profissionais do mercado de trabalho precisam estar abertos a desaprender e a reaprender. As empresas precisam ter colaboradores dispostos a aprender o novo, a encarar os desafios com coragem e a buscarem soluções inovadoras.

A quais aspectos é importante estar atento para empreender e para manter um negócio de forma sustentável?

Antes de abrir um novo empreendimento sugere-se que qualquer empresário faça um plano de negócios para verificar a viabilidade econômica. O plano de negócios dá um passo a passo para o empresário investigar o ambiente de negócios que ele pretende entrar (concorrentes, clientes, demanda, fornecedores, estrutura necessária, etc…). E, para finalizar, o empresário deve estar continuamente qualificando o tripé pessoas, processos e tecnologia.

* Texto publicado, originalmente, no Perfil Socioeconômico de Venâncio Aires e microrregião, produzido pela Folha do Mate.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes