Philip Morris está entre as 50 líderes globais em sustentabilidade e clima

-

A Philip Morris International (PMI) foi reconhecida como uma das 50 líderes globais em sustentabilidade dentro da comunidade empresarial internacional, em um projeto documental intitulado ‘50 Sustainability & Climate Leaders‘.

De acordo com a assessoria de comunicação da Philip Morris, a inclusão da empresa, juntamente com outras lideranças empresariais, destaca a forma como a PMI enxerga a ambiciosa transformação dos negócios através da lente da sustentabilidade, ao gerenciar a transição e o impacto na sociedade e no meio ambiente.

“As empresas, tanto locais como globais, têm a responsabilidade de criar mudanças duradouras e significativas para garantir a sustentabilidade deste mundo”, diz o diretor de Sustentabilidade da empresa, Huub Savelkouls. “Há três anos, a PMI assumiu um compromisso de um futuro sem cigarros – um futuro sem fumaça – e estamos transformando nossos negócios para cumprir essa meta o mais rápido possível. Nossa visão de construir um mundo sem cigarros, e o propósito da empresa, é criar um negócio que traga uma mudança social positiva e, portanto, seja muito mais sustentável”, complementa.

Hoje, estima-se que 1,1 bilhões de homens e mulheres em todo o mundo fumem cigarros ou outros produtos derivados de tabaco. A ambição da PMI é que pelo menos 30% de seus clientes, que de outra forma continuariam a fumar, mudem para seus produtos sem fumaça até 2025. Com base nesse objetivo, a PMI projeta que, nesse mesmo período, pelo menos 40 milhões de fumantes de cigarros PMI terão mudado para esses produtos. Para a PMI, sustentabilidade significa criar valor a longo prazo, minimizando as externalidades negativas associadas aos seus produtos, operações e cadeia de valor.

NO BRASIL

A Philip Morris Brasil (PMB) atua em várias iniciativas sustentáveis no país. Para o gerente de Relações Institucionais, Guatimozin Santos, o setor privado desempenha um papel crucial em relação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, com soluções concretas e modelos de negócios sustentáveis, por meio da ciência, tecnologia e inovação.

“Dentro de nossa visão de um futuro livre de fumaça, sabemos que reduzir nosso impacto ambiental e gerir de forma sustentável os recursos limitados do planeta é fundamental para nosso crescimento de longo prazo”, comenta.

Entre os exemplos de sustentabilidade está a fábrica da PMB, em Santa Cruz do Sul, a primeira do Brasil e da América Latina a receber a certificação concedida pela Alliance for Water Stewardship (AWS), baseada em padrões internacionais para o uso sustentável da água. Desde 2010, o consumo de água no processo de manufatura da unidade foi reduzido em 39%, sendo 13% apenas no último ano.

Outro exemplo é o programa de Boas Práticas Agrícolas (GAP), que abrange mais de 5 mil produtores no Brasil. A iniciativa traz uma série de ações com o objetivo de auxiliar os agricultores e familiares a gerirem de forma sustentável suas propriedades, estimulando a preservação do meio ambiente, o aumento de produtividade e a diversificação de culturas. O programa aborda questões como a relação da agricultura com o meio ambiente, redução das emissões de carbono, preservação da água, conservação da biodiversidade e combate ao desmatamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes