Professora de Português, Alexandra utiliza a plataforma desde o ano passado (Foto: Cassiane Rodrigues/Folha do Mate)

Uma plataforma on-line com diferentes recursos e possibilidades para o desenvolvimento de atividades escolares a distância. Recentemente, a Prefeitura de Venâncio Aires confirmou a adoção do sistema para o desenvolvimento das atividades remotas da rede municipal. Os professores participam de capacitações para conhecer ou aprimorar os conhecimentos na utilização.

O Google Classroom é um sistema criado em 2014 que auxilia escolas na aplicação e distribuição de conteúdos avaliativos. O acesso é feito pelo site do Google Classroom, no qual o aluno entra com o endereço de e-mail e senha. O login é possível após envio do convite feito pelo professor da disciplina ou por quem criou a turma na plataforma.

A professora Alexandra Stein, que é supervisora e também leciona a disciplina de Português na Escola Municipal de Ensino Fundamental Odila da Rosa Scherer, utiliza a plataforma do Classroom desde o ano passado.

Ela conta que quando se familiarizou com o sistema mostrou aos alunos e eles começaram o ano letivo já com conhecimento de como receber os conteúdos e enviar as solicitações diretamente na plataforma. “Um grande problema que temos é que os estudantes não são alfabetizados digitalmente, muitas vezes há dificuldades para acessar essas plataformas pois eles têm contato apenas com redes sociais”, afirma.

Vantagens de usar o Google Classroom

Entre as vantagens da plataforma, Alexandra destaca o armazenamento dos dados, sem comprometer a memória do computador ou celular. Todas as atividades e discussões ficam salvas, permitindo que professor ou aluno acesse quantas vezes for necessário. Ela salienta que a criação de um e-mail institucional para os professores da rede municipal também possibilita uma capacidade de armazenamento maior, o que facilita o acesso para mais turmas.

A professora nota que muitos estudantes estão mais engajados nos estudos com a metodologia a distância. “Está funcionando bem. Eu procuro diversificar bastante na apresentação dos conteúdos”, diz. Além de utilizar podcasts e vídeos existentes no YouTube, a professora também grava vídeos com explicações sempre que necessário. Os estudantes que não têm acesso à internet recebem os conteúdos de forma impressa.

Acesso ao Google Classroom

Ao acessar a plataforma, o aluno encontra na parte superior as abas Mural, Atividades e Pessoas. Mural é a página inicial da plataforma, onde constam as últimas informações postadas pelo professor. Na aba atividades, estão todos os exercícios já propostos pelo professor da disciplina.

Os já realizados aparecem em uma cor mais clara, já os pendentes são sinalizados em destaque. Se o período para entrega já foi expirado, aparecerá como ‘Pendente’. Alexandra explica que cada professor, no momento de configurar a turma, pode definir se o sistema vai aceitar a postagem do trabalho após o período estipulado ou não. Também na parte superior é fixada a aba ‘Pessoas’. Nesse espaço, o aluno e o professor conseguem visualizar todos os integrantes daquela turma.

No sistema utilizado pelo professor da disciplina consta, ainda, a aba Notas. O programa apresenta uma planilha com o nome de cada aluno e a nota de todas as atividades já corrigidas.

Atividades multimídia

Na plataforma, os professores conseguem anexar materiais de pesquisa multimídia, com textos, vídeos, áudios e fotos. Na aba atividades, para o professor consta a opção de Atividade, Atividade com teste, Pergunta e Material. É possível postar uma atividade com tempo curto de duração para simular uma prova.

Os professores podem estipular a data de entrega do trabalho e no mesmo espaço da descrição o aluno consegue inserir um comentário para tirar alguma dúvida.

Recursos do Google Classroom

O Classroom é vinculado ao Google, dessa forma os professores conseguem utilizar todos os recursos disponíveis junto à sala virtual, como o Drive, que é uma plataforma de armazenamento de arquivos; Maps, no qual é possível encontrar endereços, criar rotas e visualizar municípios e países; Meet, para videoaulas ao vivo, entre outros. “Isso facilita muito, os professores de geografia, por exemplo, conseguem usar o Maps para mostrar alguma localização”, completa.

Também é possível abrir uma videochamada no Meet, com todos os alunos cadastrados na turma, para explicar algum conteúdo mais elaborado ou tirar dúvidas. Os recursos estão disponíveis também fora do Classroom, mas ter tudo direto na plataforma facilita fica tudo disponível com mais facilidade de acesso, a apenas um clique. Muitos livros que são utilizados para o desenvolvimento de atividades também podem ser anexados diretamente pelo programa.

Notas numéricas

No Classroom, a nota deve ser dada de forma numérica. Escolas em que a forma avaliativa é parecer, conforme as da rede municipal, é necessário estipular a nota numérica correspondente a cada nível da avaliação.

O Google Classroom pode ser acessado tanto pelo computador quanto pelo celular. É necessário que o dispositivo esteja conectado a internet.

Plataformas vinculadas ao Google Classroom

  • Youtube
  • Play Store
  • Notícias
  • Gmail
  • Meet
  • Contatos
  • Drive
  • Agenda
  • Tradutor
  • Fotos
  • Duo
  • Shopping
  • Documentos
  • Planilhas
  • Apresentação
  • Livros
  • Blogger
  • Hangouts
  • Keep
  • Jamboard
  • Sala
  • Earth
  • Podcasts
  • Ads
  • Coleções

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome