Mais de 400 famílias recebem alimentos da merenda escolar

-

Mais de quatro toneladas de alimentos destinados, inicialmente, à alimentação escolar serão doados a famílias de estudantes da rede municipal de ensino de Venâncio Aires. A entrega dos 403 kits começou ontem, nos bairros, e se encerra hoje, em escolas do interior.

Na Escola Municipal de Ensino Infantil (Emei) Frederico Reinaldo Closs, 13 famílias receberam os kits na tarde de ontem. Entre elas, está a da auxiliar de limpeza Miranda Pugliese, que tem quatro filhos e um deles frequenta a Emei do bairro União.

Por conta da pandemia da Covid-19, a empresa para a Miranda trabalha está de recesso e ela ainda não sabe como ficará a situação financeira – se irá sofrer alteração no salário ou até mesmo perder o emprego. “Eu sou a única renda na minha casa, porque sou eu e meus filhos. Se eu não receber não tenho como me manter, então desde agora toda ajuda é bem-vinda”, reforça. “São alimentos que farão muita diferença na minha casa.”

De acordo com ela, nesses dias de resguardo em casa, é difícil garantir a mesma quantidade e qualidade das refeições oferecidas na escola. “Na creche ela tem uma alimentação saudável, ganha frutas todos os dias. Em casa nem sempre isso é possível.”

AUXÍLIO

A secretária municipal de Educação, Alice Theis, explica que a ideia da doação foi utilizar os alimentos da merenda escolar – que estão com as aulas suspensas, como medida de isolamento para conter o coronavírus – para auxiliar famílias de alunos. “Assim que o presidente sancionou a lei autorizando isso, na quinta-feira, começamos a organizar a entrega desses itens não perecíveis, pois sabemos da necessidade de muitas famílias.”

A doação dos alimentos perecíveis (frutas e verduras) que estavam nas escolas ocorreu há cerca de três semanas, logo que as aulas foram suspensas. Assim como Miranda, Carla dos Santos Costa também recebeu doação de frutas e verduras e, ontem, de alimentos não perecíveis.“Todas doações de alimentos são fundamentais e vão fazer a diferença lá em casa”, enfatiza Carla.

Ela, que tem dois filhos que frequentam a Emei Closs, ficou desempregada no último mês. Ela avalia que em casa as crianças estão saindo da rotina alimentar. “Às vezes, comem mais vezes ao dia, mas são alimentos menos saudáveis.”

Escolas auxiliam na destinação dos alimentos

A seleção das famílias que iriam receber os alimentos foi feita pelas equipes das escolas. Segundo a diretora da Emei Closs, Catiuscia Nagel, após ser feita lista das famílias que seriam beneficiadas na escola, ela fez contato com os responsáveis. “Percebia no telefone a felicidade e o alívio de saber que teriam alimentos”, conta.

Ela afirma que no cotidiano percebe que essas crianças, às vezes, têm as refeições da Emei como as principais. “Elas necessitam da merenda escolar, muitas vezes o almoço daqui é a refeição mais completa delas.” Também salienta que é uma ação gratificante. “Essa iniciativa faz a diferença na vida dos alunos, irmãos e outras pessoas. Ficamos felizes em ajudar eles de alguma forma.”

A entrega foi feita com cuidado, a área da recepção foi higienizada, assim como as sacolas dos alimentos, e as professoras que estavam fazendo a entrega usaram máscaras.

4.025 quilos de alimentos foram distribuídos para 403 famílias. Entre os itens doados estão feijão, farinha de trigo, leite em pó, macarrão, polentina, biscoitos, açúcar e óleo.

*Colaboração: Juliana Bencke

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes