Professora Maria Helena busca se adaptar às tecnologias para as aulas virtuais (Foto: Arquivo pessoal)

As medidas de isolamento social, por conta da pandemia de Covid-19, estão mudando a rotina de muitas profissões. A professora do 4º da Escola Estadual de Ensino Médio Monte das Tabocas, Maria Helena Franco, 57 anos, está se adequando à nova maneira de dar aula.

Para ela, que diz não ser totalmente adaptada às tecnologias, esse período de trabalho on-line está sendo um desafio. Para enviar as atividades aos alunos, utiliza o WhatsApp. “Fiz um grupo com pais e alunos, ali mando os trabalhos e dicas de filmes relacionados”, explica ela. “É diferente, é um desafio dar aula ser ter os alunos presencialmente, mas assim como muitas pessoas, estou aprendendo.”

Essas atividades são feitas conforme o cronograma normal de aula. “Até Educação Física eles têm. O professor da matéria, manda exercícios para eles fazerem”, conta Maria Helena. Os trabalhos feitos a distância são enviados para a professora em documento de texto, PDF e até vídeos.

Comparando a estrutura da sala de aula, a docente vê como ponto negativo das aulas virtuais a possibilidade de os alunos ficarem com dúvidas sobre os conteúdos. “Estando na frente deles, percebo nos olhares quando não entendem algo, assim não sei se realmente estão compreendendo o assunto, isso acho complicado”, ressalta. Mas ela também vê a situação pelo lado positivo. “Estou aprendendo a lidar mais com a tecnologia, eles a terem mais responsabilidade e os pais a conviverem e ajudarem mais os filhos.”

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome