Fernanda, Kellen e Kelli durante o lançamento do segundo audiolivro do projeto (Foto: Cassiane Rodrigues/Folha do Mate)

Ao longo dos últimos meses, a professora de Arte Fernanda Saldanha e as estudantes Kellen Hoffmann e Kelli Guterres trabalharam intensamente para concluir a produção da segunda edição do audiolivro Elas por Elas, lançado na quinta-feira, 14, durante o IV Bate-Papo Pilhado Afro, na Associação Négo Foot Ball – Acadêmicos do Samba.

Desta vez, o projeto ‘O protagonismo feminino em histórias reais narradas para crianças em um audiolivro’ conta a trajetória de quatro mulheres venâncio-airenses e/ou que construíram sua vida no município. As trajetórias inspiradoras da doceira Lucrécia Francisca da Cruz, da agricultora Rosa Riedel da Silva e das professoras Sara Anhanha da Rosa e Maria Philomena Miranda da Costa foram indicadas pela comunidade. No total, 14 nomes foram sugeridos durante a campanha na fanpage da iniciativa.

Em 2017, ano que começou a ser colocado em prática, o projeto conquistou primeiro lugar na Mostratec Júnior realizada em Novo Hamburgo. Depois disso, a iniciativa foi apresentada na Feira de Ciências e Tecnologia do Colégio Girasoles, no Paraguai, onde garantiu credenciamento para a Feria Internacional de Ciencia y Tecnologia (Cientec) 2019, em Lima, no Peru. A viagem de Fernanda, Kellen e Kelli ocorre neste domingo, 17. O evento no Peru inicia na segunda-feira, 18, e segue até a sexta-feira, 22.

Para custear a viagem, a professora e as estudantes contaram com apoio da Administração Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Educação, no que diz respeito ao pagamento das inscrições, que incluem hospedagem e alimentação durante os dias do evento, através da Lei Municipal que “estabelece critérios para o pagamento de despesas de representantes oficiais do município, e dá outras providências”. O valor das passagens foi pago por cada uma delas.

EXPECTATIVA

Fernanda, Kellen e Kelli acreditam que a participação em mais um evento internacional proporcionará aprendizado e a possibilidade de conhecer novas culturas e pessoas. A professora  ainda observa que esta ocasião será ainda mais especial porque o audiolivro que será apresentado é composto pelas trajetórias de venâncio-airenses ou de mulheres que construíram suas vidas no município, o que possibilita que elas sejam conhecidas internacionalmente. “Apresentaremos o projeto desde 2017, quando a produção iniciou com a turma toda do 9º ano da Emef Alfredo Scherer, e a continuidade dele com a elaboração do audiolivro 2, feita por mim, pela Kellen e pela Kelli”, explica.

Para Fernanda, representar a Emef Alfredo Scherer e o município é motivo de orgulho “Sabíamos da relevância social do projeto, mas não imaginávamos que poderíamos chegar tão longe assim. Cada nova conquista era uma grande surpresa para nós”, avalia. “Acho que vai ser mais uma experiência incrível”, relata Kellen. “Acredito que será um lugar onde teremos muitas experiências e poderemos conviver com pessoas de outros países. Vamos dar o nosso melhor e mostrar para as pessoas o quanto esse projeto é incrível e todo o amor e carinho que temos por ele”, destaca Kelli.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome