Com o tema ‘Tuberculose tem cura: Sus pra valer’, foi realizada nesta terça-feira, 22, uma exposição de jogos sobre tuberculose no Centro de Convivências (CC) da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). O trabalho teve caráter interativo e ocorreu por meio de jogos que incentivam o tratamento, a prevenção e a cura da Tuberculose. A iniciativa foi do Projeto PET-Saúde Vigilância da Unisc e da Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul.

A exposição, que ocorreu durante todo o dia, foi constituída por dois jogos de percurso, nos quais o jogador percorria um caminho trilhado no chão e descobria o tratamento e as causas da doença. Jogos de memória, álbuns e mapa também integraram a exposição. O trabalho foi ministrado por Neusa Heinzelmann e Maria Terezinha Dias, do Comitê Metropolitano de Tuberculose, localizado em Porto Alegre.

“O objetivo foi levar a exposição para o público conhecer e, se possível, multiplicar o trabalho”, revelou a coordenadora do Comitê, Neusa. Ela explicou, ainda, que Santa Cruz do Sul é um dos 15 municípios do Rio Grande do Sul que possui alta incidência da doença. “Por isso viemos para Santa Cruz. A região mais atingida é a do centro”.