Além da extensa e variada PROGRAMAÇÃO, a 13° Festa Nacional do Chimarrão (Fenachim) traz expositores de diferentes segmentos. Podem ser conferido o trabalho de empresas de indústria, comércio e serviços. A farmacêutica e proprietária de farmácia, Sandra Coutinho, observa que desde o primeiro dia da Fenachim a estande está movimentada. Os visitantes são de Venâncio Aires, região e de cidades mais distantes como Passo Fundo e Tenete Portela. “Um dos focos na festa é falar de saúde.” Durante a semana, o estabelecimento irá realizar ações como demonstração de maquiagem, suplementos, manicure, entre outros. “A experiência no evento está sendo fantástica.”As recepcionistas de joalheira e ótica Ana Paula Weiss e Ilse Inês Weber estão satisfeitas com o resultados dos primeiros dias de Fenachim. “O carinho e atenção das pessoas são fantásticos”, diz Ana Paula. De acordo com elas, o evento possibilita mostram a marca e o produto, além de trazer novos clientes.

 

Foto: Carolina Schmidt / Folha do MateMesmo com chuva, comunidade compareceu na Fenachim no domingo, 4
Mesmo com chuva, comunidade compareceu na Fenachim no domingo, 4

O empresário Walter Bergamaschi tem experiência na Fenachim com a empresa desde a primeira edição que ocorreu em 1986. De acordo com ele, a exposição faz com que a população conheça o conjunto dos produtos. “Aqui concentramos um produto de cada linha e também é possível fazr negócios.” A recepcionista de estabelecimento que atua no ramo do tabaco, Estela Maris, está pela primeira vez em estande na Fenachim, mas já particiou em eventos de Rio Pardo e Não-me-Toque. “Os primeiros dias na festa foram bons. Independente do tempo, que quiser e se programou virá para a Fenachim.” No local, também há entrega de mudas de eucalipto, erva mate e árvores nativas. Para as crianças, há livros didáticos para serem apreciados na estande. O maior movimento é aguardado para último fim de semana da Fenachim em virtude do domingo, 11, que é celebrado o Dia das Mães.