Parte alta, na zona sul, e bairros mais afastados, são só mais prejudicados. (Foto: Arquivo FM)

Por conta da troca de postes feita pela RGE ao longo do Acesso Grão-Pará, a Estação de Captação de Água da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) ficou inoperante ontem. A força-tarefa da concessionária da energia elétrica foi desencadeada ao longo do dia de ontem até o início da noite. Por conta da falta de energia elétrica que durou mais de oito horas, a autarquia estadual estima que apenas ao meio-dia de hoje a situação esteja normalizada.

De acordo com o gerente da Corsan, Ilmor Dörr, os reflexos mais contundentes são percebidos nas regiões mais altas e distantes do centro da cidade. “Na região central, com a volta da energia elétrica a situação fica resolvida em até quatro horas”.

Já na parte alta, na zona sul, e nos bairros mais afastados, como Distrito Industrial, Santa Tecla, Bela Vista e Dona Leopoldina, a água volta de forma gradual. “Nos bairros mais distantes, a água volta aos poucos, pois a rede também precisa de forma paralela atender o próprio consumo que também não para”, observa o gerente da Corsan.

Saiba mais

Na área urbana, a bacia do Arroio Castelhano é responsável pela captação de água, que após tratada é distribuída até as residências. A água é tratada na estação instalada no bairro Morsch. A atual estrutura tem suprido a demanda de consumo no município. Há 16 anos não é registrado racionamento em Venâncio Aires.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome