Filho do rei Pelé, os ex-goleiro e hoje auxiliar técnico do Santos, de São Paulo, voltou para a cadeia. Edinho foi preso ontem pela manhã, aparentemente, por descumprir uma ordem judicial. Ele estava em sua casa, na cidade de Santos (SP), e não ofereceu resistência à prisão.

Há cerca de um mês, Edinho foi condenado por lavagem de dinheiro e tráfico de drogas a 33 anos de reclusão. Porém, recebeu o direito de responder o processo em liberdade. Ontem, voltou a ser preso por conta da expedição de um mandado de prisão preventiva, já que não teria entregue seu passaporte à Justiça.

Por ordem judicial, Edinho perdeu o direito de responder o processo em liberdade, já que não forneceu o documento ao cartório, conforme tinha sido exigido. Em 2005, o filho do rei Pelé foi preso duas vezes, acusado de envolvimento com tráfico de drogas.