Empresas de médio porte têm até setembro para se adequar ao novo sistema (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Micro e pequenas empresas terão prazo maior para migrarem para o eSocial – sistema informatizado de prestação de informações de empresas e trabalhadores. A exigência entraria em vigor neste mês, mas foi prorrogada para setembro deste ano.

Cerca de 1,24 milhão de médias empresas, que faturam até R$ 78 milhões por ano, deverão inserir os dados de saúde e de segurança de 21 milhões de trabalhadores na ferramenta até 8 de setembro de 2020. Essa é a última etapa que falta para as médias empresas concluírem a migração para o eSocial, que elimina 15 informações periódicas que os empregadores eram obrigados a fornecer ao governo.

*Fonte: Agência Brasil

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome