Diretores dos jornais que integram a Associação de Diários do Interior do Rio Grande do Sul (ADI/RS) receberam nesta quinta-feira, 21, durante reunião-almoço, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, o deputado Luís Augusto Lara (PTB). O encontro ocorreu no Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre.
Presidente da associação, Eládio Vieira da Cunha, diretor do Jornal do Povo, de Cachoeira do Sul, ressaltou a importância dos jornais do interior do estado para as comunidades onde atuam e destacou os desafios dos jornais impressos frente ao cenário econômico nacional e também com a força da internet, sobretudo, das mídias sociais. “Os jornais estão se modificando e, com certeza, se mantivermos a preferência que sempre tivemos como noticiário local, mostrando a força da nossa comunidade e atuando na defesa de nossos interesses, certamente teremos vida longa.”
Para o presidente da entidade, o Legislativo é um importante aliado do Estado na agenda de recuperação financeira. “Temos que unir as forças e sensibilizar a comunidade gaúcha.”
Ao dirigir uma mensagem ao presidente do Parlamento Gaúcho, Vieira da Cunha defendeu que o Estado, ao lado da Assembleia e de todas as bancadas, encontre um “caminho desbravador, inovador e salvador do povo do Rio Grande e, inclusive, de todas as empresas que sofrem com a crise atual.”

APOIO
“O Governo somos todos nós. O Executivo, o Legislativo e o Judiciário”. Com esta frase o presidente da Assembleia Legislativa resumiu a importância da união dos poderes constituídos para o desenvolvimento do Estado e citou o papel fundamental da imprensa “verdadeira e com credibilidade”.
Destacou que o trabalho público precisa focar nas bandeiras que são de interesse da população gaúcha. “Minha missão é gerar e focar nos pontos convergentes”, disse, ao dar como exemplo a bandeira da Lei Kandir.
Lara citou que o Parlamento Gaúcho vem liderando iniciativas para se aproximar ainda mais dos municípios, como a realização de audiências públicas e destacou o projeto lançado na Assembleia nesta semana, denominado de ‘Valores que Ficam’.
A campanha incentiva a doação de parte do Imposto de Renda devido por pessoas físicas ao Fundo da Criança e do Adolescente (Funcriança). “É a forma de incentivar que os recursos fiquem no estado e ajudem, por exemplos, os nossos hospitais”, citou.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome