Aumenta a procura por piscinas para se refrescar em casa

-

Por Luana Schweikart

Com a chegada do verão e as altas temperaturas, o que todos procuram é uma sombra ou um local para se banhar. É nesse momento que as piscinas de plástico e de fibra se tornam protagonistas nas lojas do comércio de Venâncio Aires.

O gerente da filial da Afubra no município, Tiago Maracci, confirma o incremento nas vendas de piscinas de plástico a partir do mês de dezembro e projeta que continuem até o fechamento da primeira quinzena de janeiro. A procura está 12% maior comparada ao mesmo período no verão passado. Maracci ainda destaca que a maior procura são por piscinas de maior litragem e circulares, inclusive algumas já estão em falta e sem perspectivas de chegada de novas unidades. O gerente das Lojas Becker em Venâncio, Dionatan Dias Bolzan, percebeu um aumento que chega a 30%. Segundo ele, a maior procura iniciou na metade do mês de dezembro em diante, principalmente com piscinas de 2 mil a 6 mil litros.

Venâncio-airenses vão às lojas em busca de piscinas. (Foto: Alvaro Pegoraro)
Venâncio-airenses vão às lojas em busca de piscinas. (Foto: Alvaro Pegoraro)

Para quem optar em fazer um investimento maior, as piscinas de fibra são uma boa opção. Conforme a gerente administrativa da loja Vanderlei Piscinas, Ana Macedo, o aumento nas vendas iniciou no fim do mês de novembro e ainda segue até o momento, registrando a saída de aproximadamente 40 piscinas, o que significa um aumento de 10% nas vendas em comparação ao mesmo período no ano anterior. O modelo mais vendido é o clássico, de três metros por seis metros, com capacidade de 15 mil litros de água.

Em outro estabelecimento, a Pedra Sul Piscinas, especializado em piscinas construídas conforme projetos de arquitetos, a proprietária Marileia Stein comenta que desde maio do ano passado a demanda aumentou, também por motivo das pessoas estarem mais em suas casas e resolverem fazer esse investimento. Com a chegada do verão, conforme ela, as vendas continuam crescendo.

Um momento para relaxar

O comerciante Rafael Tessmann foi um dos consumidores que adquiriu uma piscina nesse verão. Ele conta que a família já possuía uma piscina, mas com o tempo, a antiga acabou se deteriorando e precisaram adquirir uma nova. A aquisição também tem outros dois motivos especiais: em função do filho Davi, 5 anos, que adora se banhar e se divertir na piscina e da sogra Natália, 78 anos, que usa para fortificar a musculatura com exercícios aquáticos. A piscina comprada é uma circular de 5,5 mil litros com armação de ferro e fica nos fundos da residência.

Segundo Rafael, todos aproveitam bastante a piscina, inclusive a esposa Sandra Kist Tessmann. Como o local de trabalho de Rafael é a própria casa, a piscina se torna um momento de relaxamento e descanso na rotina. “Trabalho um pouco, dou uns mergulhos para refrescar, depois volto a trabalhar de novo (risos)”, compartilha.

notícias últimas Folha do Mate

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes