Adolfo preside o Sindicato dos Metalúrgicos
Adolfo preside o Sindicato dos Metalúrgicos

Na parte ‘baixa’ da cidade, popularmente conhecidos os bairros Morsch, União e arredores, apresentam em sua extensão, além de moradias e comércio, sedes da maioria dos sindicatos de Venâncio Aires.

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) fica na região, embora conforme mapa da Prefeitura pertença ao centro. A sede social do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria do Fumo e Afins se localiza no bairro União, assim como as sedes oficiais dos sindicatos dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas; e dos Trabalhadores nas Indústrias de Calçado e Vestuário de Venâncio Aires e de Mato Leitão.
Os sindicatos calçadista e metalúrgicos estão próximos em sua localização. O presidente dos metalúrgicos, Adolfo Celoni da Rosa, recorda que desde 1989 o bairro União tem sido a ‘casa’ para acolher os trabalhadores da metalurgia. “O nosso sindicato foi fundado no dia 17 de fevereiro de 1989. Nos primeiros tempos, estava localizado junto ao Sindicato do Calçado e Vestuário de Venâncio Aires, após muitas dificuldades e muita luta, o sindicato conseguiu adquirir uma área e posterior, construiu a sede própria”, recorda o presidente. A inauguração da sede própria foi em 23 de outubro de 1998, na rua Júlio de Castilhos.

João de Campos preside o Sindicato do Calçado e Vestuário
João de Campos preside o Sindicato do Calçado e Vestuário

A proximidade com o centro da cidade é um dos fatores que mantém o sindicato na área onde se localiza. Atualmente, o espaço físico que foi ampliado, abriga escritório, espaço de eventos e consultórios que se destacam pelo atendimento assistencial em diversas áreas aos trabalhadores da categoria e dependentes.

O presidente do Sindicato dos calçadistas e vestuário João Emerson Dutra de Campos, recorda que a entidade foi fundada em 1984 e, desde então, mantém a sede no bairro União. Hoje, o espaço (terreno e prédio) é próprio, na rua Getúlio Vargas. Uma das ações confirmadas para os próximos meses, conforme Campos é da organização de um consultório médico na sede, voltado para atendimento exclusivo de associados e dependentes. “São 36 anos na rua Getúlio Vargas, no bairro União. Aqui e tem infraestrutura como calçamento, boa energia elétrica, água, sendo um local perto do centro e que tem uma boa localização”, ressalta Campos.
Nestas mais de três décadas, o presidente ressalta as conquistas e lutas pelas quais o sindicato passou. Segundo ele, a participação na luta pela formatação da constituição e pelos direitos dos trabalhadores que foram conquistados no caminho. “Neste período, as diretorias que por aqui passaram, sempre mantiveram a luta pelas convenções coletivas, buscando manter os direitos

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome