Casal de Mato Leitão comemora Bodas de Ouro em formato diferente

-

A festa para comemorar os 50 anos de casamento já estava sendo planejada há cerca de dois anos por Alfredo Roque Petter, 79 anos, e Maria Rosicler Petter, 73 anos. Contudo, a pandemia da Covid-19 trouxe incertezas e insegurança e não permitiu que o casal realizasse o evento que havia sido pensando inicialmente, com aproximadamente 100 convidados.

Como nem eles, nem os filhos queriam que essa data tão importante passasse em branco, os moradores do Centro de Mato Leitão propuseram que a comemoração fosse divida em partes, para que eles pudessem festejar as Bodas de Ouro com segurança. A família gostou da ideia e começou a organizar as confraternizações, que foram íntimas, mas recheadas de muita conversa e carinho.

“Foi maravilhoso. Hoje vejo que foi um acerto muito grande. Foi lindo mesmo, um evento para dialogarmos, que é o objetivo de uma confraternização assim. Vi que acertamos em cheio”, destaca Alfredo. “Foi muito bom e muito gratificante. Ficamos muito felizes em conseguir celebrar essa data tão importante”, acrescenta Maria.

A primeira etapa da comemoração foi marcada pela celebração religiosa, na Igreja Matriz Santa Inês, no dia 9 de outubro – mesma data em que Alfredo e Maria se casaram, em 1971. Na oportunidade, os filhos, genros, nora e netos os surpreenderam com a confecção de uma camiseta em homenagem a eles, que todos usaram durante a missa. Além disso, organizaram um coquetel surpresa para marcar a data.

No domingo seguinte, dia 10, o casal reuniu, na residência, os familiares de Alfredo e vizinhos. Já no dia 17, a celebração foi com a família de Maria. Os aposentados destacam que além da comemoração das Bodas de Ouro, a confraternização foi uma oportunidade para ‘matar’ a saudade de familiares que estavam sem ver desde o início da pandemia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes