Votação também poderá ser feita pelo aplicativo (Foto: Jacson Stülp/Assessoria de Imprensa Corede VRP)

Mesmo com valores menores, o Vale do Rio Pardo quer manter a mobilização de anos anteriores e garantir recursos na Consulta Popular. Entre esta quarta-feira, 4, e sexta-feira, 6, cerca de 330 mil eleitores da região podem participar e escolher entre cinco demandas definidas pelo Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede) (veja box).

Segundo o vice-presidente do Corede, Angelo Hoff, em entrevista à Terra FM, o processo desse ano tem novidades. Uma delas e talvez a que chame mais atenção, é que demandas históricas e que sempre tiveram adesão, como saúde, educação e segurança, ficaram de fora das opções de voto. “O governo estadual entendeu que são demandas obrigatórias dele mesmo. Então esse ano a diretriz foi escolher projetos que têm relação com o desenvolvimento regional. As duas propostas mais votadas no conjunto de eleitores da região serão as que receberão recursos.”

No caso de Venâncio, a prioridade será na área do turismo. “Temos potencial turístico da região, diferenças de relevo nos 23 municípios. Os recursos são poucos, mas o turismo é um forte elemento. Pode ser um passo para mostrar e incentivar nossos empreendedores também”, destacou a presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento (Comude), Jalila Bohm Heinemann.

Em Venâncio, 1.030 é o número de votos necessários (2% do eleitorado). Caso não atinja a meta, o município fica fora da divisão.

ONDE VOTAR

  1. A votação será em três modalidades: pelo site consultapopular.rs.gov.br; através do aplicativo off-line (forma de voto coletada por dispositivos móveis sem acesso à internet) e por SMS. Para participar, o cidadão precisa ter título de eleitor e só pode votar uma única vez.
  2. Em Venâncio Aires, haverá pontos fixos para coleta de votos. Eles ficarão no Calçadão, na Praça Evangélica, na Prefeitura, no Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e na escola Cônego Albino Juchem (nas noites de quarta e quinta-feira).
  3. Também haverá pontos volantes, com voluntários do Lions Melvin Jones, ONG Alphorria e Conselho Municipal de Turismo percorrendo locais com grande concentração de pessoas. Equipes também passarão por eventos, como no Chá da Vovó, na quinta, 5, na Associação de Moradores do bairro Cruzeiro, a partir das 14h; e no jantar-palestra para professores da rede municipal, também na quinta, no Palco Lenz no Parque do Chimarrão, a partir das 19h30min.

RECURSOS

O valor para o Vale do Rio Pardo é de R$ 742.857,14, que será dividido igualmente entre os dois projetos mais votados – R$ 371.428,57 para cada. Será destinado o mesmo valor para os 23 municípios do Corede, sem proporcionalidade, sendo que 11 municípios acessarão o recurso de um dos projetos eleitos e outros 12 municípios de outro, respeitando a proporcionalidade dos votos.

MOBILIZAÇÃO

Embora reconheça que há dificuldades para mobilizar eleitores, muitas vezes descrentes da real vinda de recursos, a presidente do Comude, Jalila Heinemann, lembra que o município já foi contemplado em consultas anteriores. “Já recebemos, para a segurança, o veículo pick-up dos bombeiros, dois fuzis e 12 coletes, além de recursos para agricultura, educação e saúde, direta e indiretamente, como recursos para o hospital Ana Nery.”

PROJETOS

Como os recursos são para a região, os projetos também são regionais. Dessa forma, uma das possibilidades, na área do turismo, é o Caminhadas da Natureza, desenvolvido pela Emater, no interior. “Todos os municípios vão trabalhar roteiros fomentando o turismo rural. Parece que tem outro de turismo nas escolas, mas este não está confirmado”, informou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo de Venâncio, Nilson Lehmen.

Cédula de votação

1 – Fortalecer e fomentar a produção, industrialização e comercialização da agricultura familiar

2 – Qualificação e Desenvolvimento do Turismo do Vale do Rio Pardo

3 – Desenvolvimento e inovação tecnológica da região

4 – Fomento à agroecologia e à produção orgânica

5 – Educação ambiental

Microrregião prioriza demandas na agricultura familiar e no turismo

Mato Leitão, Vale Verde e Passo do Sobrado irão priorizar as demandas 1 e 2 da cédula de votação: fortalecer e fomentar a produção, industrialização e comercialização da agricultura familiar e qualificação e desenvolvimento do Turismo do Vale do Rio Pardo.

Em Mato Leitão, a expectativa é conseguir um número expressivo de votos. Segundo o presidente do Comude, Cléberton Ferreira da Silva, ano passado foram 1.245 votos – proporcionalmente o segundo lugar da região. “Nós não trabalhamos com os votos necessários, pois são mínimos, e sempre fazemos bem mais. Para Mato Leitão, esse ano são 112 votos para se habilitar, mas nossa expectativa é repetir a votação do ano passado.”

Haverá cinco pontos fixos: nas secretarias de Educação, Saúde e Agricultura, na Prefeitura e na escola Santo Antônio de Pádua, em Vila Santo Antônio.

PASSO DO SOBRADO

Presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento de Passo do Sobrado, João Kroth destaca a importância de que todos se mobilizem para atingir o número mínimo de votos. Em Passo do Sobrado são necessários, pelo menos, 143 votos. Kroth lembrou que, através da Consulta Popular, o município já obteve conquistas como terrenos de loteamento, câmeras de monitoramento, equipamentos para agroindústria e ampliações da Unidade Básica de Saúde, ginásio e biblioteca da escola Alexandrino de Alencar.

Haverá pontos fixos de votação na sede da Brigada Militar e no Sindicato dos Trabalhadores Rurais, e volantes percorrendo outras localidades.

VALE VERDE

Em Vale Verde, a presidente do Comude, Ana Maciel, também lembrou do que já foi recebido: ambulância e ampliação do posto de saúde, construção da quadra de esportes da escola Curupaiti; recuperação de estradas; redes de água no Ari Porto, Dourados e Potreirinho, viatura e coletes para a Brigada Militar, cercamento eletrônico e investimentos na patrulha agrícola.

São esperados, no mínimo, 100 eleitores, que podem votar nos seguintes pontos: posto de saúde, Prefeitura e Secretaria de Agricultura. Equipes também passarão pelo interior, como nas localidades de Monte Alegre, Passo do Monte Alegre, Amapá, Buraco Fundo, Alto Vila Melos, Potreirinho, Alto Potreirinho e Chileno.

*Com informações do repórter Claudio Froemming.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome