Daer garante liberação de recursos para asfaltamento em Linha Sapé

-

O Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer) confirmou nesta quarta-feira, 9, a liberação de valores para as obras de pavimentação na estrada principal de Linha Sapé. A garantia ocorre quase três anos depois que o convênio foi assinado e faz parte de um programa de investimentos e ações lançado pelo Governo do Estado também ontem, o Avançar.

O valor é o mesmo anunciado em julho de 2018 – R$ 4.247.279,69 – e será usado para tocar as obras nos 4,7 quilômetros que ainda não estão concluídos. Do que está pronto até agora (um quilômetro de asfalto e drenagem em quase todo o trecho), foi custeado com recursos da Prefeitura de Venâncio Aires. Já foram destinados R$ 2.209.166,34. Vale destacar que a contrapartida municipal será de cerca de R$ 3 milhões, o triplo do previsto inicialmente (veja box).

Comitiva venâncio-airense recebeu a confirmação após reunião no Daer (Foto: Divulgação)

Segundo o secretário de Planejamento e Urbanismo, Gustavo Von Helden, os valores serão liberados conforme o andamento das medições da obra. “Estamos muito felizes com o tratamento que recebemos do Daer e hoje tivemos a garantia, diretamente do diretor [de Infraestrutura Rodoviária, Richard Polo] de que os recursos serão aportados.”

Von Helden destacou ainda que as obras, sob responsabilidade da empresa Avantte, de Santa Cruz do Sul, seguem normalmente e a previsão é de que tudo esteja pronto até o fim do ano. “Tudo depende da liberação dos recursos, conforme as medições, e das condições do tempo. Mas obra vai ser finalizada até o fim de 2021, até porque o Daer tem o compromisso de encerrar os convênios ainda neste ano.”

Em Porto Alegre, o secretário foi acompanhado da vice-prefeita Izaura Landim, do engenheiro Adilson Stertz e do vereador Ricardo Landim (PSL). Além do diretor de Infraestrutura do Daer, participaram da reunião o diretor geral, Luciano Faustino, e o secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Sul, Edson Brum.

Expectativa

Na comunidade de Linha Sapé, o clima é de ansiedade pelo asfaltamento. O aposentado Volnei Carlos Schlosser, 69 anos, que sempre morou na localidade, diz que as obras seguem e acredita que até o fim do ano todo o trecho esteja pronto. “Estão trabalhando e acho que quando a ‘cama’ (base) ficar pronta, o asfalto vem logo em seguida”, observou.

Valores

Para asfaltar o trecho de quase 6 quilômetros – entre a ERS-422 e o Frigorífico Sapé – serão gastos mais de R$ 7,2 milhões. O valor é quase R$ 2 milhões a mais do que o projeto original, orçado em R$ 5,3 milhões.

Como o Daer afirmou à Administração de Venâncio ainda em 2018 que não aumentaria sua parte (R$ 4,2 milhões), mesmo com tabelas já defasadas, coube à Prefeitura assumir a conta extra.

No fim daquele ano, foi feito um aditivo, passando a contrapartida de R$ 1 milhão para R$ 2,3 milhões. Na época, o aporte foi feito para reequilibrar a conta e o aumento poderia trazer mais empresas interessadas em participar da licitação.

Depois disso, houve mais um aditivo e a contrapartida municipal chegará a cerca de R$ 3 milhões, mais de 40% do custo total da obra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes