Lizane é presidente do União desde 2016 e destaca as atividades desenvolvidas junto à entidade (Foto: Taís Fortes/Folha do Mate)

Desde muito jovem, Lizane Lorenzen, 42 anos, é envolvida com as atividades comunitárias. Natural de Cruzeiro do Sul, município vizinho de Mato Leitão, com 4 anos ela, os pais e os irmãos passaram a viver na Cidade das Orquídeas. Foi no município que além de criar raízes e fazer amizades, ela construiu laços comunitários que ainda são mantidos.

Moradora das margens da RSC-453, nas proximidades da área industrial do município, Lizane é conselheira tutelar. “Trabalhei durante sete anos. Depois fiz a pausa exigida pela legislação e voltei a concorrer no ano passado. Fui eleita e iniciei um novo mandato neste ano”, explica. Ela também acrescenta que gosta muito da função, especialmente por causa do contato com as crianças e com as famílias.

Desde fevereiro de 2016, Lizane também ocupa o cargo de presidente da Associação Esportiva Recreativa e Cultural União de Boa Esperança, fundada em 1956 e que conta com 54 sócios. Na entidade, ela realiza funções diversas, desempenhando, principalmente, tarefas relacionadas ao incentivo do esporte e do lazer.

Entre os eventos que a associação participa estão os campeonatos de bocha e bolão de mesa, que acontecem anualmente em Mato Leitão. Além disso, a equipe de futebol de campo do União disputa os campeonatos A Liga e a Copa Serrana, ambos realizados em Venâncio Aires. Durante o ano, a entidade ainda realiza dois bailes para arrecadar recursos.

Além do vínculo com o União, Lizane e o marido Vanderlei Luís Lorenzen são envolvidos com as atividades da Comunidade Evangélica. O casal também já foi festeiro da Festa Intercomunitária. Há cinco anos ela também ocupa o cargo de secretária da Associação Hídrica Duque de Caxias, na qual tem as funções de redigir as atas após as reuniões e elaborar, mensalmente, os boletos referentes ao consumo de água dos 504 sócios abastecidos pela rede.

Equipe de futebol do União durante a comemoração do título na Copa Serrana, em 2018 (Foto: Divulgação)

Família

De acordo com Lizane, o que a motiva a continuar no cargo de presidente do União é o entrosamento e a amizade com as pessoas da comunidade. “Todos sempre se dispuseram a ajudar e eu sempre tive muito apoio e incentivo da minha família. Meu marido, meu filho Gabriel Mathias Lorenzen, 13 anos, e meus irmãos estão sempre presentes, me apoiando. Minha mãe tem 73 anos e ainda auxilia na produção dos lanches que são vendidos em dias de jogos ou outras atividades”, compartilha.

A moradora de Mato Leitão também salienta que encontra no pai, Cleno Nyland, que já é falecido, inspiração para realizar ações junto à comunidade. Ela lembra que ele foi um dos primeiros vereadores da Cidade das Orquídeas e que sempre estava disposto a ajudar. Além disso, Lizane relembra que o pai já tinha envolvimento com o União e, inclusive, doou uma parte do gramado para o campo de futebol da comunidade.

Em relação ao esporte, a presidente do União lembra que na adolescência jogava futebol 7. Porém, com 25 anos, por causa de uma lesão, precisou parar de praticar o esporte. Mais tarde, começou a se dedicar ao vôlei. Ela acredita que justamente por ter tido esse contato com essas modalidades, gosta tanto de incentivar as atividades esportivas no União. Inclusive, um dos momentos mais marcantes durante o tempo à frente da entidade está a conquista do primeiro lugar pela equipe de futebol na Copa Serrana, em 2018.

Lizane com os irmãos Marciano e Luciano, o sobrinho Renan Matheus Nyland, a mãe, o marido e o filho (Foto: Arquivo pessoal)
Lizane com os pais Cleno Nyland e Loivida Maria Nyland no seu casamento (Foto: Arquivo pessoal)

Planos

Durante o período da pandemia, a diretoria da Associação Esportiva Recreativa e Cultural União de Boa Esperança está realizando melhorias na sede da entidade, como pequenas reformas e pinturas. Em relação ao futuro, Lizane destaca que tem o sonho de garantir à comunidade um vestiário novo. Sobre a sede do União, ela ainda ressalta que o espaço é usado por muitas pessoas para a prática esportiva e para atividades de lazer. “No fim de semana, muitas pessoas usam o campo, por exemplo”, comenta. Ela aproveita para agradecer o apoio de todos os sócios, dos apoiadores das atividades da entidade e da Prefeitura.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome