Governador Eduardo Leite assina concessão da RSC-287 em Santa Cruz

-

O governador Eduardo Leite assinou, na manhã desta terça-feira, 20, em Santa Cruz do Sul, o contrato da primeira concessão da atual gestão. A administração da RSC-287 agora é responsabilidade do grupo espanhol Sacyr. “Com essa parceria institucional entre público e privado, se ganha. Com uma estrada estruturada pela eficiência do setor privado, com o Estado regulando e ditando as regras, a rodovia também vai contribuir para outros investimentos”, destacou o governador.

Na prática, a concessão prevê serviços de operação, exploração, conservação, manutenção, melhoramentos e ampliação da infraestrutura de transportes, com início em Tabaí, no entroncamento com a BRS-386, e Santa Maria, no entroncamento com a ERS-509, totalizando 204,51 km de extensão.

A empresa Rota de Santa Maria, que vai administrar a concessão para o Grupo Sacyr, instalou sua sede administrativa em Santa Cruz do Sul. Nos próximos 30 dias, a empresa deve assinar o Termo de Arrolamento dos Bens da Rodovia, para assumir o sistema rodoviário, assim como a operação das praças de pedágio localizadas em Venâncio Aires e Candelária. A informação é de que os novos valores fiquem entre R$ 3,70 e R$ 3,80.

Segundo o diretor da concessionária Rota de Santa Maria, Renato Bortoletti, os primeiros meses serão de trabalhos iniciais, visando à intervenção nos pontos mais críticos da rodovia, garantindo um nível de conforto e segurança para os usuários. Entre os serviços previstos nesta fase estão tapar buracos, recapear a rodovia, bem como reforçar a sinalização com placas e “olhos de gato”. Após a conclusão desta etapa e aprovação do poder concedente do cumprimento dos parâmetros técnicos previstos no contrato, será iniciada a cobrança do pedágio nas três praças adicionais, em Santa Maria, Paraíso do Sul e Tabaí. Quanto à duplicação, ela deve iniciar em 2024.

Saiba mais

O período de concessão é de 30 anos, com previsão de investimentos da ordem de R$ 2,7 bilhões, sendo R$ 1 bilhão já nos primeiros dez anos. No cronograma de obras, está a duplicação dos 204,5 quilômetros de extensão nos dois sentidos de fluxo da rodovia, entre Tabaí e Santa Maria, beneficiando diretamente 13 municípios gaúchos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes