Vandir Augusto Scheibler: o Pig de Mato Leitão

-

Morador de Vila Sampaio, no interior de Mato Leitão, Vandir Augusto Scheibler, 54 anos, conhecido como Pig, é referência como radialista para o município, pois apresenta ‘A Hora do Pig’, aos sábados, na Rádio Terra FM, de Venâncio Aires. O programa é inspirado na cultura alemã, com músicas de bandas. Mas, antes de chegar nesta profissão, o servidor público passou por outras áreas e não era ‘ligado’ na tecnologia da comunicação.

Pig já trabalhou em olaria, fábrica de calçado, como auxiliar de pedreiro e até professor de dança. Ele lembra que, quando atuava na construção civil, fez um curso de danças tradicionalistas com sua esposa, Silvana Scheibler, e depois deram aulas para amigos. A brincadeira do casal acabou formando 50 turmas. “Pediram e nós fizemos o curso. Por algum tempo, isso ajudou muito a nos manter e até na construção da nossa casa.”

Nessa época, há 29 anos, quando ele e Silvana casaram, até a festa foi tradicionalista. “Casamos pilchados, os alunos ajudaram na festa e, por fim, virou um grande baile. Foi muito lindo”, conta. Para ele, esses momentos de integração entre amigos são os mais valiosos. “Foram cursos incríveis, fizemos grandes amizades e muitas festas.”

Depois, em 1992, ele prestou concurso para o município, tendo passado em segundo lugar, entre treze concorrentes. “Fiz a prova e não imaginava passar, foi uma grande conquista.” Nessas décadas de funcionalismo público, Scheibler já foi até Secretário de Obras durante três meses. “Eu gosto do que eu faço, são anos de muito aprendizado e crescimento.”

Radialista

Nas festas da comunidade, ele sempre fazia as cerimônias sociais e era convocado para falar no microfone. Em 2009, Pig foi convidado para começar como radialista na Rádio Amiga FM. Um momento de desafios para o servidor público, pois não entendia de informática e não conseguiu usar a mesa de transmissão e o computador. Por isso, fez cursos básicos. “Foi um momento difícil. Eu só chegava e falava, porque na mesa alguém tinha que fazer para mim. Depois de um ano, já sabia mexer no computador, nos programas e na mesa direitinho, então era mais tranquilo”, comenta.

Posteriormente, Scheibler trabalhou em uma rádio de Lajeado e, há 4 anos, atua na Rádio Terra FM, onde apresenta o programa ‘A Hora do Pig’, que toca músicas de bandas, aos sábados, depois do meio-dia. “Toco bandinha, como Milionário e José Rico, porque é o que meu público quer. Na maioria dos sábado não consigo atender todos pedidos, porque são mais de 300 participações”

O programa, segundo ele, sempre teve essa essência da cultura alemã, que é mantida pela sua geração, mas que ele tem medo que se perca. “Eu e meus amigos falamos em alemão, gostamos de escutar bandinha, mas as gerações mais novas, como meus filhos, sabem pouca coisa da cultura”, lamenta.

As músicas que ele toca, rementem à época de infância e adolescência, quando ia no vizinho escutar os discos de ‘Os Atuais’ e dançar entre amigos. “Tinha festa de debutantes, as gurias pediam para eu e meus amigos dançarmos valsa, porque poucos jovens sabiam. Essas músicas sempre me lembram essas fases de alegrias, pois nunca deixei de escutar bandas”, conta.

Família

Entre os momento mais importantes da vida de Pig está o nascimento dos filhos, Greice Alana Scheibler, 26 anos, e Matheus Felipe Scheibler, 16 anos. Os jovens sempre apoiaram o pai nas decisões. “Quando aceitei fazer programa de rádio, a Greice disse ‘pai tu vai precisar aprender mais sobre informática’, então fui atrás desse aprendizado.”

Ele ressalta que, sem o apoio da esposa Silvana e dos filhos, não teria conseguido passar no concurso público e nem se arriscar como radialista. “Família sempre é tudo, é minha base, porque sem eles nada teria crescido”, destaca ele.

Nas horas vagas, Pig gosta de estar com a família e fazer almoços e jantas. Mas também aproveita para jogar futsal e bocha. “Quando não tinha pandemia, todo fim de semana jogava bola, agora ainda não voltei, mas a bocha eu já estou jogando. São os esportes que eu adoro, meus hobbies.”

“Eu não me imaginava falar em uma rádio, mas hoje não me vejo sem fazer isso.”

VANDIR AUGUSTO SCHEIBLER
Funcionário público e radialista

Scheibler com a esposa Silvana os filhos Greice e Matheus e o genro Alan Carlos (Foto: Arquivo pessoal)

O apelido

  • O apelido Pig foi adaptado, pois Scheibler era conhecido como Piquet, porque era comparado ao ex-automobilista Nelson Piquet, pela sua velocidade em correr no futsal. “Meus amigos me chamavam assim porque eu corria muito e, com o tempo, a idade chegando, passaram chamar de Pig, então quando criei o programa coloquei ‘A Hora do Pig’.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes