Representantes da Comissão Provisória do Movimento Negro destacam a importância da representatividade negra nos ambientes públicos e de políticas de inclusão. (Foto: Divulgação)
Representantes da Comissão Provisória do Movimento Negro destacam a importância da representatividade negra nos ambientes públicos e de políticas de inclusão. (Foto: Divulgação)

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) de Venâncio Aires instalou mais dois Movimentos de representação social no município. Depois da Ação da Mulher Trabalhista (AMT), que debate políticas públicas para as mulheres e da Juventude Socialista, voltada para a participação dos jovens, os movimentos Negro e Axé são oficializados com a instalação de Comissões Provisórias e Diretoria.

De acordo com o presidente do partido e pré-candidato a prefeito, Jarbas da Rosa, os dois movimentos têm origem através de integrantes da própria sigla que identificaram a necessidade da condução de suas propostas e políticas específicas de representação. “O PDT foi o primeiro partido brasileiro a criar uma estrutura interna dedicada à luta contra a discriminação racial. Nosso partido também incentiva candidaturas afro-brasileiras, a busca pela representatividade e o respeito a todas as manifestações culturais e religiosas”, ressalta Jarbas da Rosa.

Em uma de suas lives semanais no Facebook, Jarbas entrevistou a presidente da Comissão Provisória do Movimento Negro, Aline dos Santos, e a vice-presidente, Luciana da Silva. As duas destacaram a importância da representatividade negra nos ambientes públicos e de políticas de inclusão. Para elas, é preciso falar sobre o assunto para desvendar condutas racistas que persistem em todas as camadas da população.

Diferente do Movimento Negro, que atua exclusivamente em defesa da raça negra, o PDT Axé destina-se a agir em pautas que envolvam povos de qualquer matriz africana, os chamados povos de Axé. “O movimento PDT Axé tem um papel importantíssimo pelo seu pioneirismo em defender um setor da sociedade que carece de representação. Os povos de axé sofrem ataques o tempo topo, principalmente pelo preconceito e desconhecimento”, explica o presidente da comissão provisória local, Everson Carlos da Cruz.

Comissão Movimento Negro

  • Presidente: Aline Daniele dos Santos
  • Vice-presidente: Luciana da Silva
  • Secretário Geral: Raul Senna
  • Segunda Secretária: Luciana Andréia dos Santos
  • Tesoureira: Fabiola Daniela Fagundes
  • 1º Vogal: Felipe Daniel da Rosa
  • 2º Vogal: Vitória da Silva Nunes

Comissão PDT Axé

  • Presidente: Everson Carlos da Cruz
  • Vice-presidente: José Luís do Nascimento
  • Tesoureiro: Altemar Douglas Lourenço
  • Secretária: Greice Kelly dos Santos
  • Vogal: Eliane Suelen Tormann Alves

Fonte: Prefeitura

O PDT Axé destina-se a agir em pautas que envolvam povos de qualquer matriz africana, os chamados povos de Axé. (Foto: Divulgação)
O PDT Axé destina-se a agir em pautas que envolvam povos de qualquer matriz africana, os chamados povos de Axé. (Foto: Divulgação)

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome