Primeira publicação e os ganhadores do concurso ‘Um Sorriso de Criança’

-

Na sala de casa da mãe de Gerson Gressler, 50 anos, está a fotografia em forma de pôster, ganhada por Gerson como premiação, quando, aos 3 anos, recebeu 649 indicações e foi o primeiro colocado no concurso Um Sorriso de Criança, realizado pela Folha do Mate.

O filho de Carlos Rodolfo Gressler e de Ercy Lourdes Gressler, conta que a mãe ainda tem, depois de 47 anos, as fotografias e recortes da época. Gerson foi um dos primeiros participantes do projeto Um Sorriso de Criança, lançado em 21 de setembro de 1973, em comemoração ao primeiro aniversário da Folha do Mate. O concurso previa votação do menino e da menina que tivessem a foto publicada no jornal.

Gerson diz que não lembra desta época, mas recorda que o “quadro grande está na casa da mãe”. Ele também ganhou como prêmio um carro de brinquedo oferecido pelas Casas Geller.

Atualmente, aos 50 anos, Gerson conta que trabalhou vários anos na antiga AES-Sul, em empresas de segurança, atuou como motorista, mas desde que começou a pandemia do coronavírus, em março deste ano, está em busca de emprego.

Cursou Biologia até o oitavo semestre, mas interrompeu o curso. Antes disso, estudou nos colégios Professor José de Oliveira Castilhos, Gaspar Silveira Martins, Nossa Senhora Aparecida e na Escola Cônego Albino Juchem (CAJ).

Morador de Venâncio Aires, está no quinto casamento. É casado há cinco anos com Fabiana Oliveira. Tem quatro filhos. Duas filhas são falecidas, a filha Bruna mora em Florianópolis e o filho Rodolfo em Imbé. Lembra de ter tido uma infância muito boa, quando saía de casa de manhã e brincava na rua o dia inteiro. “Nossa casa era perto do Senai, a gente se criou jogando bola e andando de bicicleta.”

PREMIAÇÃO

Junto de Gerson, Anarose Martins, com três anos na época, foi a menina mais votada no concurso ‘Um sorriso de Criança’ de 1973, com 581 indicações. Além do pôster fotográfico, ela foi premiada com uma boneca Susi.

Crianças participantes da primeira edição

São 47 anos de história do projeto social mais antigo da Folha do Mate. Na época, as crianças de um a cinco anos poderiam se inscrever no concurso. Basta remeter-nos uma

Menina mais votada na primeira edição do concurso, Anarose reside em Capão da Canoa (Foto: Arquivo pessoal)

foto em tamanho meio – postal, o nome, a idade e filiação, dizia o anúncio. Havia um cupom para ser recortado do jornal onde os leitores escreviam o nome da criança que queriam votar. A promoção tinha como patrocinador oficial as Lojas Geller, e os prêmios podiam ser conferidos na vitrine do estabelecimento.

Foram contabilizados 2.377 votos para os meninos e 2.390 para as meninas. Nas duas edições, foram publicadas 48 fotografias.
A primeira publicação, em 28 de setembro de 1973, contou com 14 fotografias: Delano Miguel Machry, Anarose Martins, Lizandro Humberto de Azeredo, Jeanine Maria Lavall, Luciana Kniphoff da Cruz, Tatiana Margot, Jeane Caetano, Eloir Kniphoff da Cruz, Edilene de Fátima, Karin Giovana, Karina Gisele, Gerson Gressler, Sandra Inês Silberschlag e Juliano Amaral.

Anarose reside desde 1994 em Capão da Canoa, no litoral gaúcho, e atua como corretora de imóveis. “Lembro da foto, mas da boneca Susi, não”, afirma a filha de Ruy e Eloni Martins.

A segunda edição foi publicada no dia 5 de outubro com fotografias de 34 crianças: José Cláudio Arcari, Jorni Antônio de Oliveira, Eduardo Agnes, Daniela Maria Sperb, Letícia da Silva, Marco Antônio Pocahy, Josué Chaves, Maria Elisa Bohnenberger, Edolar Júnior Bohnenberger, Gerson Daniel Heinen, Janaína Lunara Moura, Aragão Custódio, Moisés Görgen, Rita Valdirene Chaves, Epsom Fabrício Bauermann, Roseane Wickert, Andréa Lenz, Renildo Bento da Silva, Lizandra Wietzke, Clediamar Ruppenthal, Silvana Guedes, André Döring, Luciano Rohde, Juliano Mylius, Mariel Cristina da Costa, Deize Bugs, Marcelo Cardoso, Cristiano Pilz, Ana Cláudia Soares, Rosana Becker, Miriane Schmidt, Luciano Rudiger, Julia Soares e Flávia Souto.

Edição de 28 de setembro de 1973 contou com 14 fotografias publicadas

2020 – Atualmente, o Sorriso de Criança não consiste em concurso, mas continua a publicação em um caderno especial com as fotografias das crianças de até 12 anos na Folha do Mate, como homenagem pela passagem do Dia das Crianças. As fotografias publicadas concorrem a bicicletas da Arly Bikes e a edição é colorida. Após o caderno especial, é realizado um evento com o mesmo nome – Sorriso de Criança – voltado à comunidade. Neste ano, a publicação será no sábado,10, mesma data que haverá um passeio com personagens pelas principais ruas da cidade em homenagem às crianças.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes