O Programa de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) inicia, na próxima semana, a temporada deste ano. No primeiro semestre o programa será desenvolvido em nove escolas. As lições têm como foco prevenir o uso indevido de drogas entre crianças e adolescentes, além de abordar também temas como violência e bullying.

Em Venâncio Aires as atividades serão desenvolvidas em nove escolas. Diretoras estiveram reunidas com a comandante da Brigada Militar, a capitão Michele da Silva Vargas e com o soldado Moisés Assunção para afinar os detalhes, além de definir o protocolo de intenções entre as escolas e a Brigada Militar.

Assunção informa que as lições do programa reforçam a autoestima, ensinam como lidar com as tensões relativas às drogas e promovem a civilidade. As aulas acontecem nas próprias instituições de ensino e são interativas. ‘O programa visa alcançar crianças dos 5º e 7º anos do Ensino Fundamental. Todos os currículos são aplicados com técnicas pedagógicas e materiais didáticos específicos’, destaca o soldado.

‘Em 2019 iniciamos pelas escolas que não tiveram o Proerd no ano passado. Em agosto outras instituições receberão a iniciativa. Queremos atingir o máximo de escolas possíveis em Venâncio Aires durante o ano’, acrescentou Assunção.

O Proerd, que já formou quase 10 mil crianças em Venâncio Aires, objetiva este ano atingir a meta de pelo menos 600 alunos. Serão 10 encontros.

Escolas beneficiadas 
– EEEM Wolfram Metzler
– EEEF Zilda de Brito Pereira
– EMEF Cidade Nova
– Colégio Prof José de Oliveira Castilhos
– EMEF Dois Irmãos
– EMEF Dom Pedro II
– EEEM Frida Reckziegel
– EEEF Brígida do Nascimento
– EEEM Crescer

((((BOX NÚMERO)))))
SOBRE O PROERD
1 É um programa que consiste em um esforço cooperativo entre Brigada Militar, escola e família. Trata-se de um projeto onde os policiais desenvolvem um curso de prevenção às drogas e a violência em sala de aula.
2 Também ajudam os estudantes a reconhecerem as pressões e as influências diárias que contribuem ao uso de drogas e à prática de violência, desenvolvendo habilidades para resisti-las.
3 Desenvolvido pela Brigada Militar há 21 anos, o programa já orientou mais de 1 milhão de jovens em todo o estado, a partir do quinto ano do Ensino Fundamental. Todos os currículos são aplicados com técnicas pedagógicas e materiais didáticos específicos, definidas pela Coordenação Estadual.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome