Prestes a completar um ano do anúncio do projeto que previa a plantação de árvores no arroio Castelhano e no Parque Municipal do Chimarrão, os trabalhos ainda não iniciaram. Em 3 de outubro de 2019, foi anunciado que seriam plantadas mais de mil mudas de árvores. No Parque, seriam 184 mudas, além da colocação de 50 placas com informações sobre as espécies, também de conscientização e da estrutura do local. Já as margens do Castelhano, seriam 816 árvores plantadas a partir de recurso repatriado da Fundação de Proteção Ambiental do Estado (Fepam), oriundo de multa aplicada a uma empresa local, no valor de R$ 57,3 mil.

No ato, a Prefeitura também divulgou que o trabalho iniciaria nos ‘próximos dias’. A Folha do Mate entrou em contato com a Secretaria de Meio Ambiente, que solicitou que verificasse o projeto junto à empresa Conífera Engenharia de Meio Ambiente, contratada para realizar o plantio.

A empresa ressaltou que está aguardando a aprovação do projeto junto à Fepam, mas que, devido à pandemia do coronavírus, havia atrasado a liberação do recurso. A reportagem fez contato com a assessoria de imprensa da Fepam, que informou que estava em busca da informação, mas não retornou, desde o dia 24 de agosto.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome