“Queremos chegar a uma gestão pública 4.0”, ressalta prefeito

-

Tornar a gestão pública mais eficiente, desburocratizar processos e estimular o desenvolvimento estão entre as principais metas da Administração Municipal de Venâncio Aires. Para o prefeito Jarbas da Rosa (PDT), o Município ainda tem muito potencial para crescer. “Queremos avançar, nos próximos anos, na assistência do serviço de saúde de qualidade, e na infraestrutura, com grandes projetos de pavimentação. Na parte institucional, com a desburocratização, queremos chegar a uma gestão pública 4.0”, projeta.

Folha do Mate: Como tornar a gestão municipal 4.0?

Jarbas da Rosa: A Prefeitura pode ser digital e não analógica. Esse é nosso foco. Pretendemos informatizar todo o sistema da Prefeitura. Já temos isso em algumas secretarias, como a de Saúde, mas em outras, como Educação, Desenvolvimento Rural e Infraestrutura e Serviços Públicos, ainda precisamos avançar. Queremos tornar a gestão pública melhor, toda digital, por meio da qual qualquer cidadão poderá interagir e a Administração ter o controle real dos processos. Com isso, ganharemos tempo, eficiência e mais transparência.

Quais as ações voltadas ao desenvolvimento econômico?

Uma das primeiras coisas que fizemos, no início do ano passado, foi chamar contabilistas, corretores de imóveis, advogados e representantes da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços (Caciva) para analisar quais as necessidades. A primeira foi a desburocratização, para o empreendedor ganhar tempo. Temos trabalhado fortemente com isso, especialmente junto à Central do Empreendedor. São várias ações, buscando facilitar os processos, incentivar e atrair novas empresas, com benefícios e apoio às empresas. Também trabalhamos com a ampliação do Distrito Industrial e implantação definitiva do Distrito Industrial de Estância Nova, com investimento em tecnologia na educação, na incubadora tecnológica em parceria com a Unisc. Tudo isso, destravando a economia do município.

Quais os fatores necessários para o município se desenvolver?

A desburocratização é um pilar para o desenvolvimento. Os outros são a infraestrutura e o serviço público de qualidade. O Município tem que trabalhar com pavimentação, manter as estradas em boas condições, e interagir com setores responsáveis por fornecimento de água, energia elétrica e telefone, para garantir boas condições. Além disso, é preciso ter saúde e educação de qualidade, vagas em Educação Infantil, manter a cidade limpa e organizada, para as famílias terem segurança. Isso dá um bom respaldo para o cidadão e para quem quer investir. Venâncio vai ter um salto de qualidade de vida e de geração de emprego e renda nos próximos 10 anos, tanto na cidade quanto no interior.

Qual a projeção para 2022?

Muitas coisas não puderam ser realizadas, em 2021, devido à pandemia de Covid-19. Inicialmente, focamos na área da saúde. A partir do momento que ela se estabilizou, conseguimos avançar em outros setores, buscando o desenvolvimento dos trabalhos e implantando parcialmente algumas demandas. Tivemos avanços importantes na agricultura, no desenvolvimento econômico, em saúde e pavimentação. Além de enfrentar a maior pandemia dos últimos 100 anos, conseguimos implantar vários projetos que tínhamos previsto, mesmo com restrições de recursos humanos e financeiros, e estamos entregando orçamento equilibrado para 2022, com superávit, algo que não acontecia há muitos anos. Isso dá segurança ao cidadão e aos empresários.

*Conteúdo divulgado, originalmente, no Perfil Socioeconômico de Venâncio Aires e Microrregião 2021/22.

Leia mais:

Novo golpe tem assustado usuários do Instagram em Venâncio Aires

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes