Foto: Divulgação / Folha do MateDiretoria e equipe de trabalho: Tesoureiro Luciano Seibt, Debora Rocha, vice-presidente Aurio Kaufmann, Isabel Oestreich, presidente Ornélio Sausen, Luciana Immig e Rodrigo Boher da Rosa
Diretoria e equipe de trabalho: Tesoureiro Luciano Seibt, Debora Rocha, vice-presidente Aurio Kaufmann, Isabel Oestreich, presidente Ornélio Sausen, Luciana Immig e Rodrigo Boher da Rosa

Em meio as novas configurações econômicas e sociais do campo, o Sindicato Rural de Venâncio Aires completa 48 anos de atividades. Ao chegar próximo ao cinquentenário, a meta é fortalecer o projeto para se reinventar por meio de criatividade e competência. A informação é do presidente Ornélio Sausen, que está há 13 anos à frente da entidade.

“Desde que assumi o sindicato, mudamos o foco de trabalho pautado agora na inovação e criatividade. Ao mesmo tempo fortalecemos o trabalho técnico pois todos os funcionários são técnicos em suas áreas”, informa Sausen. Ele acrescenta ainda que na área da saúde são convênios diretos com médicos e dentistas, além de laboratórios locais e mesmo de Santa Cruz do Sul e Lajeado.

Dentro do projeto de ser uma entidade com uma extensão cada vez mais técnica, integra os conselhos municipais de Desenvolvimento Rural (Conder) e de Meio Ambiente. Também participa da gestão da Cooperativa dos Produtores de Venâncio Aires (Cooprova). “Apenas no ano passado oferecemos mais de 110 cursos de qualificação e atualização em parceria com o Senar”, relata Sausen.

A entidade possui cerca de três mil associados. Além de Venâncio Aires também conta com filiados de Mato Leitão, Passo do Sobrado e Vale Verde.

COMEMORAÇÃO

O evento para comemorar os 48 anos de criação do sindicato será realizado no dia 27, a partir das 13h30min, em sua sede própria. Haverá alimentação e bebidas, além da distribuição de brindes. “Queremos unir as comemorações em torno do aniversário, do colono [25 de julho] e do agricultor [28 de julho]”, lembra o presidente.

FUNDAÇÃO E SEDE PRÓPRIA

A carta sindical foi oficializada pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social em 20 de julho de 1970. A partir disso foi eleita a primeira diretoria com mandato de três anos. O primeiro presidente da entidade foi Willibaldo Ertel. Contudo, o movimento de criação da entidade iniciou cerca de um ano ates, em 6 de dezembro de 1969 quando 28 produtores estiveram reunidos na Câmara de Vereadores. Mais do que articularem a fundação do sindicato, passaram de imediato a estreitar relações à Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul). A primeira sede foi junto à rua Barão do Triunfo. De novembro de 1995 a julho de 2005 ficou instalado em sala própria no edifício Gold Center. Depois disso, a entidade voltou a ter sede térrea no atual endereço, na rua 1º de março.