As redes de hotéis trabalham arduamente buscando sempre agradar seus clientes e, obviamente, manter sua relevância de mercado (Foto: Divulgação)

Uma nova geração de consumidores está emergindo e ajudando a moldar o futuro da área hoteleira ao redor do mundo. Os millennials, pessoas nascidas a partir do fim dos anos 80, estão se tornando vozes poderosas no mercado e, por esse motivo, exigem que as fornecedoras de produtos e serviços se adaptem aos seus hábitos de consumo.

Por isso, as redes de hotéis estão trabalhando arduamente para essa adequação, buscando sempre agradar seus clientes e, obviamente, manter sua relevância de mercado.

Nesse ponto, os serviços voltados para hospitalidade ganham força e trazem novos “brinquedos” para seu público. Além da praticidade e versatilidade das opções disponíveis, a personalização do serviço tem sido um grande diferencial para os hóspedes dessa geração.

Conheça, logo abaixo, quais são as tendências da tecnologia para a área para o ano que vem.

Internet das Coisas

Com um mundo cada vez mais interligado, é comum que a Internet das Coisas (Internet of Things ou IoT, do inglês) tenha crescido tanto nos últimos anos.

Desde banheiras, sistemas de aquecimento, cadeiras de massagem, edredons inteligentes e uma gama de gadgets disponíveis para o bem estar pessoal, essa tecnologia embarcada traz, cada vez mais, o conceito de hospitalidade à tona.

O fator conveniência, nesse caso específico, é o grande diferencial dos novos consumidores, que preferem ter o controle sobre os dispositivos em poucos cliques.

Biometria

Trabalhando diretamente em conjunto com o item anterior, os sistemas biométricos têm sido uma grande revolução para os dispositivos móveis, com o conceito migrando rapidamente para o setor hoteleiro.

Nesse quesito, a possibilidade (e segurança) de realizar ações através da identificação de digitais – o chamado touch ID – ou via reconhecimento facial – também conhecido como face ID -, têm se mostrado diferenciais importantes para os hóspedes, tanto pela conveniência, praticidade e, principalmente, segurança no acesso.

Algumas redes de hotéis, por exemplo, dispensam o uso do cartão de acesso ao quarto e dão preferência ao reconhecimento de digitais. Desse modo, os clientes não precisam se preocupar com a perda desse cartão. E o melhor: não precisam guardar e pegar a chave cada vez que deixarem o recinto.

Streaming na palma da mão

Outra grande tendência na área de hospitalidade é o Chromecast Hotel, que possibilita a transformação de televisões em verdadeiras centrais multimídia. Seja para assistir sua série predileta, ouvir música, espelhar a tela do seu computador, tablet ou celular, essa tecnologia permite o streaming de conteúdo sem a necessidade de cabos ou adaptadores.

Na verdade, o Chromecast Hotel já é uma bem vinda realidade em vários grupos hoteleiros. Uma das fornecedoras por exemplo, a Nonius, empresa especializada no ramo, traz esse diferencial para os chamados “nativos digitais”, ou seja, pessoas que já nasceram íntimas das tecnologias modernas.

Comandos por voz

Mais uma grande tendência são as tecnologias de comandos por voz, que já estão bem estabelecidas no uso doméstico e, agora, avançam para os serviços hoteleiros.

Ligar o ar condicionado, acionar a banheira para preparar um banho relaxante, ativar a música ambiente e até controlar a intensidade da iluminação do quarto são alguns dos exemplos proporcionados por comandos de voz.

Indo além, basicamente não existem limites quando pensarmos em tarefas que poderão ser feitas sem uma interação física com um dispositivo, o que – certamente – é um benefício e tanto para o hóspede naturalmente acostumado com a tecnologia.

Realidade aumentada

Talvez a mais distante das tendências, já que seu uso prático ainda é mais limitado, mas não menos importante, a tecnologia de realidade aumentada possibilita um uso específico e interessante ao usuário: a possibilidade de conhecer um quarto, por exemplo, de forma interativa e imersiva.

Esse uso, dependendo de como fornecido, poderá ser determinante para estabelecimentos realmente preocupados com seus clientes. Afinal, nada mais legal do que conhecer – previamente – seu quarto e o que ele irá proporcionar no caso de uma estadia.

É claro que esse é apenas um dos muitos usos que a realidade aumentada poderá fornecer ao setor hoteleiro. Vamos ficar de olho nas inovações!

Experiência do usuário e personalização

No fim das contas, cada vez mais, o hóspede moderno busca praticidade, experiência e personalização na relação com seus fornecedores de produtos e serviços. Portanto, há um espaço imenso para os grandes grupos hoteleiros se diferenciarem e proporcionarem a melhor estada aos clientes.

Tecnologias, certamente, não faltam. Então, cabe aos profissionais do ramo buscarem as novidades do mercado, pensarem em como elas poderão agregar um valor imenso para os novos consumidores para, dessa forma, conquistá-los e fidelizá-los – mesmo com suas altas expectativas e exigências de consumo.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome