Imagem mostra os prejuízos em lavoura de tabaco localizada em Vila Estância Nova (Foto: Rodrigo Hendges/Divulgação)

A chuva de granizo registrada na madrugada deste domingo, 6, causou estragos em Venâncio Aires. Segundo informações do Corpo de Bombeiros do município, três residências foram atendidas com entrega de lonas por causa de destelhamentos. Duas delas localizadas em Linha Ponte Queimada, no interior da Capital do Chimarrão, e outra no bairro Gressler.

Nas redes sociais, moradores de Venâncio também relataram prejuízos em plantações. Um exemplo disso é o produtor Rodrigo Jesus Hendges, 25 anos. No Facebook, ele publicou um vídeo falando sobre os danos causados na lavoura de tabaco. Ele e a esposa Andressa Closs Hendges, 24 anos, moram em Vila Estância Nova, no interior de Venâncio Aires.

Na propriedade, o casal plantou para esta safra 130 mil pés de fumo. Hendges estima que o granizo prejudicou 80% da plantação. “Estragou muito. Isso vai dar uma média de R$ 80 mil que perdi, porque é bastante fumo. Que triste isso, sem palavras para descrever”, relatou o produtor. Ele acredita que a perda seja de aproximadamente 500 arrobas.

No ano passado, o casal já havia perdido 30 mil pés de fumo por causa da seca, uma vez que o tabaco não se desenvolveu. “Este ano plantamos mais cedo, em junho, para escaparmos do calorão, que é comum ter em janeiro, mas no fim, agora, nos prejudicamos com esse vento e granizo, porque tínhamos o fumo grande já”, contou Hendges à Folha do Mate.

Na propriedade de Sirlei e Roni Weber, em Linha Barbosa, no interior do município, o granizo também atingiu a lavoura, que tem cerca de 12 mil pés de fumo plantados. A produtora não sabe informar a quantidade de tabaco que estragou. À Reportagem, Sirlei ainda informou que vizinhos que plantam quantias maiores de tabaco também tiveram as lavouras prejudicadas.

Foto: Reprodução/Facebook Sirlei Weber

Morador do bairro Cidade Alta, Silvio Antônio Haussen registrou a queda de granizo no local. As fotos foram feitas por ele na residência onde mora entre às 3h e 3h30min. O corretor de imóveis relata que não teve prejuízos em sua casa.

Foto: Reprodução/ Facebook Silvio Antonio Haussen
Foto: Reprodução/ Facebook Silvio Antonio Haussen

*Texto atualizado às 17h14min para acréscimo de informações. 

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome