Governo fará consulta pública para ouvir entidades sobre o retorno das aulas presenciais no RS

-

O Governo do Estado fará uma consulta pública digital para ouvir entidades e instituições ligadas à educação e à assistência social sobre o retorno das aulas das presenciais no Rio Grande do Sul. A decisão foi anunciada pelo governador Eduardo Leite durante transmissão ao vivo nas redes sociais na tarde dessa quinta-feira, 25. De acordo com ele, esse processo deve ser lançado na segunda-feira, 29.

A expectativa do governo é ouvir cerca de 3 mil entidades, incluindo secretarias de educação, conselhos tutelares e órgãos representantes da educação privada. Com a consulta pública, se buscará entender o olhar dessas instituições a respeito de como deve acontecer o retorno, por etapas, das aulas presenciais e, assim, tomar a melhor decisão em relação ao tema.

LEIA MAIS: Secretaria de Educação começa a formatar protocolos para retorno das aulas presenciais

Projeção

Segundo o governador, originalmente se projetava retornar com algumas etapas de ensino no início de julho. “Isso, evidentemente, não acontecerá. Ainda, remotamente, há uma possibilidade de retorno na segunda quinzena, mas o mais provável é um retorno para o mês de agosto e por etapas”, explica.

Leite observa que a previsão de retorno para agosto se deve ao fato de que historicamente julho, principalmente nas primeiras semanas, é um mês de aumento das demandas relacionadas à doenças respiratórias. Além disso, ele menciona que há um crescimento de casos de coronavírus, especialmente nas regiões de maior densidade populacional, “o que, portanto, sugere maior cautela neste momento”, reforça.

LEIA MAIS:

Famílias relatam como está sendo o processo de alfabetização longe da sala de aula

Aulas a distância sem sinal de telefone e internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes