Ocorre amanhã, às 17h, a assinatura do Termo de Acordo entre as entidades sindicais e o Governo que pode dar fim à greve do Instituto Nacional de Serviço Social (INSS). As agências estão há cerca de 80 dias apenas com atendimentos parciais.

Segundo divulgado pela assessoria de imprensa do INSS, com a apresentação das propostas do governo às reivindicações dos servidores, a esperança é de que o atendimento à população seja normalizado. Já a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps), salienta que com a assinatura do termo, a orientação é que o retorno unificado dos trabalhadores ocorra na quarta-feira.

Contudo, a presidenta do instituto, Elisete Berchiol, orienta os segurados para que se informem sobre o funcionamento das unidades antes de ser dirigirem às agências. “Estamos aguardando o fim da paralisação. Por isso, é importante que o segurado somente vá até uma agência quando já tiver certeza do pleno funcionamento”, reforça a presidenta.

De acordo com a assessoria, para evitar maiores transtornos e deslocamentos desnecessários aos seus segurados, o Instituto orienta que, antes de procurar uma Agência, o cidadão entre em contato com a Central 135 para obter informações sobre a situação do atendimento e os serviços disponíveis.