Foto: Claudio Froemming / Folha do Mate: Representante da Dalia, Pedro Raul Malmann e o prefeito Gustavo Schuch confirmaram o início das obras para instalação da América Sociedade Avícola
: Representante da Dalia, Pedro Raul Malmann e o prefeito Gustavo Schuch confirmaram o início das obras para instalação da América Sociedade Avícola

A América Sociedade Avícola Ltda, formado por colaboradores da Dália Alimentos de Encantado confirmou que vai iniciar os investimentos no município de Vale Verde com a instalação de uma granja para produção de 18 milhões de ovos férteis anualmente através de um plantel permanente de cerca de 150 mil aves.

Conforme o gerente da divisão de avicultura, Pedro Raul Malmann o investimento na primeira fase será de R$ 21 milhões. Para a segunda fase mais uma área de terras terá que ser adquirida, para então investir mais 16,5 milhões, negócio que deve render em torno de trinta empregos diretos no município e muitos milhões em ICMS adicionado.

A confirmação só veio depois que a compra da área foi efetivada, a qual está localizada em Monte Alegre com 76 hectares para a instalação de 6 núcleos de produção, sendo dois para recria das aves matrizes e 4 núcleos para matrizes de produção. Cada núcleo de aves recria terá 2 aviários com as dimensões de 120m X 15m e os de matrizes produção terão cada um 3 aviários com as dimensões de 120m X 14m.

Nos núcleos para a recria são alojadas a cada vez 25 mil matrizes fêmeas e 3,5 mil matrizes machos com a idade de 1 dia. Estas aves permanecem nestes aviários até a idade de 20 semanas, quando serão transferidas para três aviários dos núcleos de produção. Depois de 20 semanas as aves dos núcleos de recria são transferidas para os núcleos de produção, onde permanecerão até a idade de 68 semanas produzindo ovos férteis.

PREFEITURAO prefeito Carlos Gustavo Schuch afirmou que está ultimando os preparativos para iniciar a terraplanagem do local das construções, o qual é compromisso assumido pelo município como uma das contrapartidas para que a empresa viesse a se instalar em Vale Verde. A Prefeitura ainda terá que construir poços artesianos e redes d’água, energia elétrica trifásica e oferecer estradas em bom estado de conservação.

O chefe do Executivo explicou que somente a parte da terraplanagem deve ter um custo em torno de R$ 700 mil, “o que é um valor alto para o município, mas que deve ser efetivado possivelmente com uma parceria do estado”. O prefeito Gustavo Schuch pediu a colaboração principalmente dos agricultores do município, para que tenham paciência durante o período em que a prefeitura estará trabalhando na terraplanagem da Dalia, pois praticamente todas as máquinas das secretarias de Obras e Agricultura estarão envolvidas no serviço, o que poderá ocasionar atrasos no atendimento destes munícipes.