Foto: Reprodução / Folha do MateObra foi projetada para ser construída no bairro Cruzeiro, onde fica a rodoviária
Obra foi projetada para ser construída no bairro Cruzeiro, onde fica a rodoviária

Resultado de estudos e pesquisas para a conclusão do curso de Arquitetura da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), a arquiteta Melise de Almeida apresentou nesta quinta-feira, 19, ao prefeito Airton Artus, o projeto de construção de um novo Centro Administrativo para o Município de Venâncio Aires.

Com o objetivo de reunir as secretarias municipais que atualmente se encontram em diferentes prédios alugados no centro da cidade, reduzir custos, oferecer maior agilidade ao setor público, conforto e praticidade à população, a arquiteta projetou um prédio único com cinco andares localizado no bairro Cruzeiro. Filha do servidor municipal e engenheiro civil, Dionísio de Almeida, Melise projetou o Centro Administrativo a partir das necessidades verificadas por ela e pelo pai. “Além de reunir as secretarias em um único espaço, permitindo uma dinâmica mais ágil aos funcionários e à população, minha preocupação foi facilitar a vida dos cidadãos e garantir segurança ao espaço. é projetada uma Central de Atendimento única com protocolo e acesso ao prédio através de catracas com cartão magnético. Assim é possível ter controle efetivo dos visitantes e também dos funcionários que entram e saem da Prefeitura”, justifica a arquiteta.Melise Almeida projetou seu trabalho em área de 9.300 m2 onde atualmente está localizada a Estação Rodoviária. Segundo ela, além de fácil acesso e próximo ao centro da cidade, na época que iniciou o estudo, o local ainda era patrimônio municipal e debatia-se a necessidade de mudar a Rodoviária de terreno.

SEM RECURSOSAo conhecer o projeto, o prefeito Airton Artus elogiou o trabalho e destacou a necessidade da obra. Sem recursos previstos ou mesmo financiamento aprovado, porém, Artus lamentou que o Centro Administrativo não deve ser concretizado no seu mandato, já que tem apenas mais dois anos como prefeito. “Vamos deixar o trabalho encaminhado para os próximos gestores darem seguimento a essa ideia de modernização com austeridade”, finalizou Artus.

 

Mas é importante mantermos o projeto vivo e buscarmos recursos”AIRTON ARTUS – PREFEITO