Equipamentos estão localizados nas proximidades do trevo de acesso ao bairro Battisti (Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

As duas lombadas eletrônicas instaladas às margens da RSC-453, no acesso ao bairro Battisti, já registram a velocidade dos veículos. Até a quarta-feira à tarde, os equipamentos funcionavam no ‘amarelo piscante’, para chamar a atenção dos motoristas. Agora, mostram a velocidade e nos próximos dias começam a multar quem ultrapassar a velocidade máxima permitida para o local, que é de 50 quilômetros por hora.

A colocação das lombadas era uma reivindicação dos moradores do bairro, já que muitos acidentes se registraram no cruzamento da rodovia com a rua 7 de Setembro. No ano passado, tomou força depois que foram instaladas sinaleiras na RSC-453, acesso ao bairro Coronel Brito, justamente onde havia duas lombadas. Os moradores se mobilizaram e com auxílio político, no começo deste ano as duas lombadas foram retiradas do bairro Coronel Brito e realocadas para o Battisti.

MELHORAS

Mesmo quando ainda funcionava no ‘amarelo piscante’, os equipamentos já mostravam melhoras significativas no principal acesso ao bairro Battisti. A reportagem foi ao local e verificou que todos os veículos que seguiam no sentido Venâncio/Lajeado já estavam em baixa velocidade, pois haviam passado pelas sinaleiras do bairro Coronel Brito; em quem andava no sentido contrário, respeitava as lombadas.

O presidente da Associação de Moradores do bairro se mostra aliviado com o funcionamento das lombadas. “Há muitas pessoas que entram e saem do bairro diariamente, para trabalhar e estudar. Agora a travessia da rodovia está mais facilitada”, mencionou Marcone Klafke.

CÂMERAS

Ontem, o secretário de Segurança, Dário dos Santos Martins, revelou que algumas câmeras de segurança voltaram a funcionar. Elas estavam inativas por falta de manutenção, mas 12 dos 20 equipamentos que foram instalados em 2012, estão ativas novamente.
Uma delas, que já registra imagens na sala de videomonitoramento, na Brigada Militar, é a existente no trevo de acesso ao bairro Battisti. Martins ainda destaca que os ‘dedos-duros’ estão instalados e em breve começam a operar.

A principal utilidade dos aparelhos é de detectar veículos em situação de furto ou roubo. Mas também conseguem detectar, pela placa, veículos que estejam com a documentação atrasada.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome