Luana Pereira (centro) revela que uma nova eleição para Afenachim será realizada ainda neste ano (Foto: Débora Kist/Folha do Mate)

Os R$ 88.238,35 de lucro da 15ª Festa Nacional do Chimarrão (Fenachim) anunciados pela comissão organizadora já estão comprometidos. Esse valor será usado para saldar algumas pendências de impostos com a Prefeitura de Venâncio Aires e o saldo também retornará para o Município. A informação é da presidente da Associação Festa Nacional do Chimarrão (Afenachim), Luana Pereira.

Segundo ela, essas pendências são dívidas relativas ao Imposto Sobre Serviços (ISS) sobre ingressos de shows e retenções não realizadas de edições anteriores da Fenachim e que foram cobradas pela Prefeitura em 2017. “A estimativa é de que são cerca de R$ 40 mil pendentes. Quando assumimos, sabíamos desses impostos e que precisam ser pagos ao Município.”

O restante do lucro também vai para a Prefeitura. Isso porque há um termo de parceria, firmado no ano passado e o qual diz que, em caso de lucro, o valor deve ser repassado aos cofres públicos.

ELEIÇÃO

Inicialmente, o mandato de Luana Pereira à frente da Afenachim teria duração de dois anos, encerrando em setembro de 2020. No entanto, ela revela que uma nova eleição será realizada ainda em 2019. “A ideia é antecipar a eleição para que a próxima gestão tenha o tempo necessário para organizar a Fenachim 2021.”

Cleiva Heck sugere que lucro fique com a Afenachim

Mesmo sabendo que há dívidas para serem quitadas, a presidente da 15ª Fenachim, Cleiva Heck, afirma que, se dependesse dela, o lucro ficaria para a associação. “Até já conversei com o prefeito e acho que deve ficar com a Afenachim. Esse recurso será importante para que ela consiga existir, respirar e caminhar com as próprias pernas, já pensando na próxima festa e mesmo dando suporte na gestão de outros eventos.”

Cleiva diz ainda que a associação esteve presente ativamente, o que contribuiu para que a festa “voltasse a ter credibilidade”. “Isso foi muito positivo, essa transparência durante todo o trabalho e na prestação de contas. Nós devíamos isso à comunidade. Conseguimos fazer uma festa enxuta, transparente e com ações solidárias que beneficiaram muitas entidades.”

Sobre a possibilidade de encabeçar a próxima Fenachim, Cleiva não confirmou nada. “Hoje não sei. Mas, com certeza, continuo à disposição da comunidade.”

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome