A Prefeitura de Venâncio Aires apresentou à Corsan proposta para a liberação de recursos na ordem de R$ 2 milhões, visando pavimentar dois quilômetros em cinco

Foto: Geferson Kern / AI PrefeituraAssunto foi discutido em reunião do Fundo de Gestão Compartilhada
Assunto foi discutido em reunião do Fundo de Gestão Compartilhada

ruas na região central. O valor seria usado no asfaltamento de vias que já receberam obras de canalização e esgotamento sanitário executadas pela companhia. Conforme a proposta articulada pelo prefeito Airton Artus, o Executivo seria responsável por licitar e contratar a empresa responsável pela aplicação do asfalto. A Corsan ficaria incumbida de repassar o valor devido à empresa vencedora da licitação, como forma de ressarcimento pelo mau estado das ruas que receberam as obras.

O assunto foi discutido na última semana, em reunião do Fundo de Gestão Compartilhada, com o superintendente da região central da companhia, José Roberto Ceolin Epstein, e o gerente da Corsan no município, Ilmor Dörr, se mostraram receptivos à proposta. Nesta terça-feira, 23, o tema voltou à pauta na sede da companhia, em Porto Alegre, entre a secretária municipal adjunta da Administração, Mara Huyer, e o diretor de assuntos institucionais da Corsan, André Finamor. Conforme Mara, os projetos de obras em Venâncio Aires já foram despachados para a supervisão técnica da companhia. Após esta fase, as obras de canalização e esgotamento podem ser dadas como concluídas e o dinheiro liberado.

O projeto da Prefeitura prevê o asfaltamento de trechos de cinco ruas. A lista inclui as ruas Osvaldo Aranha, Tiradentes e Júlio de Castilhos, na parte baixa da cidade, além de Sete de Setembro e General Osório, que estão entre os principais acessos ao centro. Ao todo, seriam cerca de dois quilômetros de pavimentação asfáltica. A busca do governo municipal por ressarcimento da Corsan para o asfaltamento de ruas em mau estado já motivou diversas reuniões com a própria empresa e o Governo do Estado, incluindo a Agergs, que é responsável pela regulamentação de serviços públicos delegados em solo gaúcho.

PROJETOS COMPLEMENTARES

Ainda na reunião do Fundo de Gestão Compartilhada, a realização de obras pontuais de canalização foi analisada pelas equipes técnicas da Prefeitura e Corsan. O prefeito pediu à companhia propriedade na execução de obras nos seis bairros que terão ruas asfaltadas através do PAC, para dar agilidade aos trabalhos. Outro ponto a receber obras é a lateral da RSC-453, entre os acessos aos bairros Brands e Coronel Brito, que necessitarão de melhorias na canalização como complemento das obras do PAC no bairro Brands.

Foto: AI PrefeituraCinco ruas que já contam com canalização receberiam o capeamento asfáltico
Cinco ruas que já contam com canalização receberiam o capeamento asfáltico