Foto: Carolina Schmidt / Folha do MateComo Schwingel trabalha com plantas fitoterápicas, recomenda o chimarrão aos pacientes
Como Schwingel trabalha com plantas fitoterápicas, recomenda o chimarrão aos pacientes

Além de unir as pessoas para uma roda de amigos, o bom chimarrão também traz benefícios para a saúde. Há 20 anos, pesquisas sobre o assunto passaram a ter força, conforme explica o médico Oly Schwingel que acompanha os estudos sobre a questão.

Ele destaque que no ano de 2003, durante a Festa Nacional do Chimarrão (Fenachim) em Venâncio Aires, foram divulgadas questões relacionadas com o DNA da folha de erva-mate que passou a fazer parte do centro de estudos de países da Cone Sul. “A planta tem um princípio ativo muito ainda a se aprender e se desenvolver nas suas práticas.”

Schwingel aprecia o chimarrão desde a infância. “Sempre tomava com o meu pai antes dele sair para trabalhar.” Quando ele graduou-se em Medicina, foi trabalhar na região de Mato Leitão, onde o chimarrão estava sempre presente na roda de amigos. A partir daí, acompanhar as pesquisas sobre a planta e a bebida ocorreu de forma espontânea. “Em Mato Leitão, há o seio da cultura, da produção e da comercialização. O chimarrão tem um impacto forte.”

Como ele tem conhecimento e trabalha com fitoterápicos, ressalta que a erva-mate é uma planta diferenciada. Schwingel observa que a planta traz elementos como as Xantinas, Saponinas e Sais Minerais que repercutem no corpo humano como energético. “é precioso o efeito no sistema nervoso central, área cardiovascular e neuro esquelética. O chimarrão também é um tesouro para as funções digestivas.”

Nos seus atendimentos, Schwingel recomenda o uso do chimarrão aos pacientes. “O chimarrão, a vida e a saúde têm um encanto que reflete quando a pessoa fica doente, porque eles sempre perguntam quando poderão tomá-lo, novamente. Essa bebida é um marcador para nós gaúchos e para os povos da América do Sul.”

No entanto, ele frisa que é preciso supervisionar os pacientes hipersensíveis aos princípios do chimarrão para que tomem o chimarrão de forma moderada. “De fato, algumas pessoas podem ter insônia, tremores, ansiedade e taquicardia, Mas, é difícil encontrar alguma situação em que não se pode tomar chimarrão.”

O chimarrão tem precioso o efeito no sistema nervoso central, área cardivascular e neuro esquelética”, Oly Schwingel – médico