A Receita Federal liberou na última quarta-feir consultas ao segundo lote do Imposto de Renda de 2015. Os valores serão pagos em 15 de julho. A consulta também pode ser realizada por meio do Receita Fone (146 – opção 3) ou por aplicativos de smartphones e tablets. O lote contempla as restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2014, o que totaliza 1.522.666 contribuintes e R$ 2,5 bilhões.

A declaração do Imposto de Renda pode cair na malha fina por causa de erros, omissões ou inconsistências. Para saber se foi retida e quais foram os problemas encontrados, os contribuintes devem acessar a página da Receita Federal e consultar o chamado ‘extrato’ do Imposto de Renda – disponível no e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).Para isso, é necessário usar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal ou certificado digital emitido por autoridade habilitada. Com a informação sobre quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora ao Fisco e, deste modo, sair da malha fina. Quando a situação for resolvida, caso tenha direito à restituição, ela será incluída nos lotes do IR.