A abertura das cartas ciganas, do tarô, do buzio, da numerologia e tantos oráculos sagrados que permitem, por meio da energia, situar as pessoas em seus caminhos ou em suas decisões, acertaram ao destacar as mudanças previstas para Venâncio Aires, no quadro político de 2020. A publicação onde constam as informações é de 28 de dezembro de 2019, em caderno especial da Folha do Mate.

Dando credibilidade ao que foi publicado no jornal, a retrospectiva em relação às eleições municipais se adequa ao ocorrido na cidade nos últimos meses.
Naquele edição, a astróloga Joice Felten falava da regência do ano pelo Sol, o que mostra as falhas, denuncia as incorreções e vitaliza os problemas.
Nas previsões do babalorixá João D’Agandju, do Ilê Africano Xangô Agandju e Oxum Epanda, em Venâncio Aires, Xapanã, sendo o ‘senhor da vassoura’ se faz o dono da transmutação e da mudança.

Na publicação de dezembro, a ialorixá Leni de Ogum, do Centro Espírita Ogum e Iemanjá, afirmou: “Venâncio Aires terá mudança na política”.
Da mesma forma, o babalorixá Sandro de Oxalá confirmou a transformação política com “mudanças no Governo e na cúpula da política da cidade.”
A ialorixá Adriana de Oyá, da Casa de Caridade Oyá, dizia que 2020 “será o fim de alianças desgastadas, tanto no aspecto matrimonial, quanto comercial e político.”
Da mesma forma, a ialorixá Rejane de Oyá anunciava as mudanças no ano eleitoral com uma aliança política nova sendo feita e esta, podendo ser a nova administração de Venâncio. A ialorixá Yara do Reino de Oxum projetava um ano de transformações e de muita paciência.

O QUE ESTÁ POR VIR

A ialorixá Adriana de Oyá avalia, que como previsto, houve mudanças na prefeitura e Câmara de Vereadores. Para ela 2020 é um ano de colheita. “Esta mudança será boa para Venâncio Aires, esta renovação na Câmara de Vereadores será benéfica para o município.” Ela destaca a importância do diálogo para nortear as ações do Executivo e Legislativo relacionadas ao povo.
“Até o novo prefeito assumir haverá muitos percalços”, esclarece a ialorixá Rejane Oyá. Segundo ela, os primeiros momentos, até assumir e na transição de governo serão tempos bastante difíceis para Jarbas e Izaura. “Haverá falta de apoio político dos que continuam a incomodar e que vão tentando criar dificuldades”, diz a ialorixá. Ela aponta que estas questões são passageiras e que no decorrer do ano a cidade vai melhorar. “Vai demorar até as coisas se ajustarem, ‘para colocar a casa em dia’, mas vejo o novo prefeito com muita garra e vontade. Vai ter dificuldade de cumprir as suas metas no primeiro ano, mas vai tentar dar o seu melhor. Vejo no oráculo que a situação da cidade melhora muito nas mãos dele, mas vai ser extremamente cobrado pela população e pela Câmara”, ressalta.
Sandro de Oxalá, fazendo uma breve previsão do que ainda está por vir, ressalta que haverá dificuldades no primeiro ano do governo Jarbas, até conseguir dar uma restabelecida na questão econômica na cidade, mas depois consegue melhorar e vai melhorar muito o município economicamente. “A tendência em fazer uma gestão boa está no caminho do novo prefeito, claro que haverá incomodações, problemas, mas coisas que passam”, diz e anuncia a possibilidade de novos investimentos no município vindos de uma empresa privada, trazendo benefícios ao iniciar a nova gestão. A previsão completa para 2021, com entrevista com astrólogos, pais e mães de santo, está sendo preparada para a última semana de dezembro, como é tradição nas publicações da Folha do Mate.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome