Palometas atacam e assustam moradores de Vila Mariante

-

Nos últimos dias, os moradores de Vila Mariante, no 2º Distrito de Venâncio Aires, têm ouvido informações sobre a aparição de palometas no rio Taquari. A palometa, ou piranha-vermelha (Serrasalmus Maculatus), é um peixe típico da bacia do rio Uruguai e que atravessou o Rio Grande do Sul, atingiu o Guaíba, Jacuí e, agora, é avistado na região do Taquari.

O pescador profissional Norberto Luiz de Castro, conhecido como Luiz Pescador, de 65 anos, foi uma das pessoas que acabou capturando a espécie. “Encontrei esta na sexta-feira, e a outra no domingo, mas quase todos os dias encontro alguma. Percebi que elas atacam na rede há mais de 30 dias”, comenta, ao exibir os exemplares.

Segundo Luiz Pescador, esse é um dos momentos mais difíceis para a pesca na região. “Pesco no Mariante há mais de 40 anos, sempre pesquei aqui. Agora a situação está difícil, quase impossível viver apenas da pesca, porque o peixe foi embora depois desses bichos, ele sumiu do nosso rio. E quando a água escurecer, a situação vai piorar.”

O maior foco da piranha-vermelha são outros peixes, principalmente aqueles capturados em redes. “Elas acabam estragando as redes também, porque cortam tudo. Ficam na rede apenas quando estão comendo o peixe na mesma hora e vêm grudadas”, diz.

As palometas atacam peixes e causam estragos. (Foto: Leonardo Pereira)

Risco para os humanos

Apesar do susto com a notícia, os moradores de Vila Mariante e turistas que visitam o rio Taquari podem ficar tranquilos. Os riscos para os banhistas são baixos, já que as palometas não costumam atacar pessoas.

O que fazer?

• O perigo fica por conta do desequilíbrio causado pela espécie. Sendo assim, talvez seja necessário alguma atitude para reduzir os riscos. “Há uns sete anos tivemos uns ataques. Porém, agora os ataques são mais constantes e elas estão com ovos, prontas para reproduzir. Talvez fosse preciso liberar um sistema para capturar elas, mas precisa de uma fiscalização forte e a liberação do Ibama”, destaca o Luiz Pescador.

Espécie é originária do rio Uruguai. (Foto: Leonardo Pereira)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes