Foto: Cláudio Froemming / Arquivo Folha do MateKonzen (E) deve assumir a Prefeitura nesta sexta, 28. Já Linch (D) afirma que continuará como presidente do Legislativo até o dia 31
Konzen (E) deve assumir a Prefeitura nesta sexta, 28. Já Linch (D) afirma que continuará como presidente do Legislativo até o dia 31

Um grande mal entendido criou uma incógnita na Administração Municipal de Passo do Sobrado na última semana de 2018. Com o prefeito Hélio de Queiroz (PTB) em licença saúde e o vice Cristiano Konzen (PT) de férias, seria natural o Executivo passar para o comando interino do presidente da Câmara de Vereadores, certo?

A resposta é ‘não’ para o próprio presidente do Legislativo. Valdenir Linch (PTB) revelou que não assumirá a Prefeitura por dois motivos: o primeiro é não ter sido formalmente comunicado. Segundo o vereador, ele ficou sabendo que seria prefeito pelas redes sociais. “Na segunda [24] participei de uma audiência pública. Depois todos saíram e foram aproveitar o feriado de Natal. Fui para o interior, lá não pega telefone. Fiquei sabendo no dia seguinte, quando minha esposa viu no Facebook da Prefeitura que eu tinha assumido de forma oficial por oito dias.”

Conforme Linch, a Câmara recebeu um ofício no fim da manhã de segunda, quando todos já tinham saído. “Ninguém me avisou.”

O presidente da Câmara disse ainda que quem deveria assumir a Prefeitura é o vice-prefeito, Cristiano Konzen, que está de férias. “Essas férias dele são irregulares. Elas não foram comunicadas à Câmara, nem publicadas no mural da Prefeitura. Por esse motivo que sigo como presidente do Legislativo até o dia 31 e não assumirei como prefeito”, afirmou.

VICE ASSUMIRÁNa tarde desta quinta-feira, 27, a reportagem tentou contato com o vice-prefeito Cristiano Konzen, diretamente no celular, mas ele não retornou as chamadas. Quem conversou com a Folha foi o secretário de Administração de Passo do Sobrado, Caio Baierle. Segundo ele, o vice-prefeito assumirá a Prefeitura nesta sexta-feira, 28. “O Cristiano vai antecipar o retorno das férias para assumir o Executivo hoje, até porque tem vários projetos de lei e decretos que precisam ser encaminhados”, afirmou Baierle.

Questionado se o motivo do retorno antecipado de Konzen é o imbróglio com o presidente do Legislativo, o secretário de Administração não quis comentar. “Não cabe a mim entrar nesse mérito.”

HELINHO EM LICENÇA SAÚDEQuanto a Hélio de Queiroz, em licença saúde, a reportagem o contatou e o telefone foi atendido pela filha dele, Lilian de Queiroz. No momento da ligação, ambos aguardavam por atendimento em um hospital. O prefeito Helinho, como é conhecido, passa por um tratamento considerado delicado.

Segundo Lilian, o pai só voltará a dar entrevistas a partir do dia 2 de janeiro, quando está previsto seu retorno à Prefeitura. “Até lá, por uma opção minha, como filha e enfermeira, é que ele fique convalescendo.”