O partido que há quatro anos encabeçou uma chapa que propôs à comunidade venâncio-airense um novo tempo e uma nova política, comemora o desempenho dos seus candidatos nas urnas. O PDT conseguiu reeleger Airton Artus para um segundo mandato. Com 63% dos votos válidos, Artus conquistou uma diferença de mais de 11 mil votos. O marco histórico também fica na composição do Legislativo. Os trabalhistas elegeram seis vereadores, destes, duas mulheres.

Para Telmo Kist, presidente da sigla, o ponto inicial que refletiu no sucesso nas urnas foi o momento que Airton e Giovane anunciaram que permaneceriam unidos na busca pela reeleição. “Isso já demonstrou o desejo de caminhar juntos, novamente. E passou à comunidade uma harmonia, uma paz de governo que Venâncio nunca tinha experimentado”, salienta. Foi a primeira vez que um prefeito foi reeleito e a primeira vez que prefeito e vice concorreram juntos.

Para Kist, a credibilidade do governo, o emprenho dos candidatos, que sempre frisavam e pediam pelo voto aos vereadores da situação durante os comícios, e uma nominata com bons nomes pesaram na hora do voto e foram responsáveis pelo PDT eleger seis parlamentares. “Entre os 18 mais bem votados do partido, todos fizeram mais de 300 votos. Fizemos uma campanha de vereador casada com a majoritária”.

O PDT, que hoje possui quase 900 filiados no município, segundo Telmo, vive o melhor momento da região dos Vales do Rio Pardo e Taquari. Em nenhum município da região onde o PDT participou, houve um resultado tão satisfatório, destaca. Segundo ele, trata-se de um crescimento que foi se dando aos poucos. “Desde 2000 é o PDT que tem o candidato a vereador mais votado”, observa. Além disso, o partido em Venâncio cresceu em mais de 100%, desde que Artus assumiu a prefeitura.

Questionado sobre o futuro do PDT, Kist destacou que o momento é de concentrar no trabalho do segundo mandato. “Temos grande compromisso com a vitória. Não há tempo de pensar daqui a quatro anos. Temos que trabalhar para atender os anseios da comunidade”. Com a maioria da Câmara – nove dos 15 – Telmo acredita que será possível fazer ‘grandes reformasÂ’, que até esta Legislatura são barradas com a maioria oposicionista. Kist observa que o que contribuiu com a grande renovação na Câmara foi o alto índice de rejeição que a Casa teve em pesquisas. “Tanto que o pedido de renovação estava presente tanto nos comícios da situação como dos adversários”.

Para o presidente, há uma nova política e novos tempos instalados no município. “Só quem viveu o antigo tempo para valorizar a liberdade e a democracia que temos. Hoje qualquer um pode se manifestar, fazer críticas. é um governo aberto”. Telmo revela que o governo Airton foi monitorado por pesquisas ao longo dos quatro anos. Sabíamos a cada três, quatro meses, como o povo estava vendo o governo. Pesquisas internas mostravam nossos acertos e apontava os lugares onde o governo precisava mudar e mudamos”.

Para ele o que mais marcou o primeiro governo de Airton foi o trabalho desenvolvido na área da saúde. Cita como exemplo, a intervenção do Hospital São Sebastião Mártir, a construção de postos de saúde e a Unidade de Pronto Atendimento, que está em fase de construção. Além disso, considera a ética e a conduta, outra marca deste governo.

DE VOLTA à CâMARA

Para o Partido dos Trabalhadores, este também está sendo um dos momentos mais importantes da história do partido, em Venâncio Aires. Além da reeleição histórica tendo prefeito e vice na disputa, Maria Manuela da Rosa, presidente da sigla, destaca a verticalidade dos governos municipal, estadual e federal, que contribuem para trazer mais recursos e fazer mais investimentos no município. “Trabalhamos muito para essa reeleição e principalmente, para voltarmos a ter representantes na Câmara e conseguimos dois, por pouco não elegemos mais um”, destaca. Manuela lembra que a última vez que o partido teve representação no Legislativo foi em 2004, quando Roque Weber assumiu uma cadeira, mas logo depois deixou a sigla e perdeu o mandato. “O povo viu o trabalho que os dois fizeram  e a gente esperava essa reeleição para continuar as obras que são muitas para nosso município. E agora com a maioria no Legislativo vamos fazer um mandato melhor ainda que o primeiro ”.