pesquisa prevalência da Covid-19
Acordo de cooperação para realização da pesquisa foi assinado na quinta-feira, 25 (Foto: Divulgação)

Foi assinado na manhã desta quinta-feira, 25, o acordo de cooperação entre o Consórcio Intermunicipal de Serviços do Vale do Rio Pardo (Cisvale), a Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e a Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo (Amvarp) para realização do estudo sobre a prevalência da Covid-19 na região.

O estudo começará em 18 de julho. Ao todo, serão cinco mil testes aplicados, em quatro etapas, em 14 municípios, incluindo Venâncio Aires. Os testes serão aplicados por sorteio, de forma aleatória, em amostragem com base populacional a partir de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sempre aos fins de semana. A cada 14 dias será realizada uma nova rodada.

Coordenador da pesquisa, o médico infectologista Marcelo Carneiro, de Santa Cruz do Sul, explica que o estudo vai apontar a prevalência do coronavírus na região, mas a informação poderá servir como base para os municípios, pois “o Vale se comporta de forma muito parecida”. Ele explica que, como os testes serão realizados em quatro etapas, será possível fazer um acompanhamento da situação.

“Será possível ter um retrato do que está acontecendo e do avanço da doença, entender como as medidas tomadas estão impactando na disseminação da doença.” A Philip Morris Brasil e a 13ª Coordenadoria Regional de Saúde são apoiadoras da iniciativa.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome