Polícia Civil apreende, no interior de Venâncio, parte da carga de fumo roubada

Cerca de 80 fardos estavam dentro de uma casa, em Vila Palanque (Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

Ontem pela manhã, agentes da Polícia Civil souberam que da totalidade do tabaco roubado, pouco mais de 5 toneladas não havia sido encontrada. Foi mantido contato com um dos homens que já havia prestado depoimento e ele levou os policiais até uma casa, em Vila Palanque. No local foram encontrados cerca de 80 fardos de fumo, amontoados dentro do imóvel
À tarde, acompanhados pelo dono do fumo – um morador da localidade de São Roque, no interior de Boqueirão do Leão -, os agentes voltaram ao local. A vítima confirmou aquilo que os agentes já sabiam e os cerca de 80 fardos de tabaco foram recolhidos e quase encheram a carroceria de um caminhão.
De acordo com os agentes do Setor de Investigações (SI), o fumo apreendido ontem foi carregado antes da chegada da Brigada Militar. “Pelo que descobrimos, usaram aquele Mercedes Benz 608, que estava na propriedade, em Linha Bem Feita, para levar aquela quantidade até Vila Palanque”, explicaram.
De acordo com o delegado Felipe Staub Cano, as investigações serão aprofundadas, pois a quadrilha responsável pelo roubo daquela carga, assegurou, atua há tempo neste ramo.

COMO O ROUBO DA CARGA FOI DESCOBERTO
1 – Faltavam alguns minutos para o meio-dia de terça-feira, quando um irmão da vítima, que também é caminhoneiro, cruzou pelo caminhão do irmão. Naquele momento ele andava pela RSC-287, em direção a Venâncio Aires, e deu sinal de luz a quem ele imaginava ser o seu irmão.

2 – Porém, lembrou que o irmão saiu de Boqueirão do Leão com quase 18 toneladas de tabaco e que entregaria o produto por volta das 11h, em uma fumageira localizada às margens da BR-471, em Santa Cruz do Sul.

3 – Desconfiado, ligou para o celular do irmão, mas ele não atendeu. Foi então que ligou para a Brigada Militar, informando a situação e repassando os dados do caminhão.

3 – A BM iniciou as buscas e chegou em Linha Bem Feita, onde encontrou parte da carga jogada no chão da propriedade, um caminhão já carregado e enlonado e outro sendo carregado.

4 – Nos fardos que estavam no chão, encontraram etiquetas com nome do proprietário do fumo e seu endereço, no interior de Boqueirão. Dentro de um galpão, em um fogão a lenha, foram apreendidas etiquetas parcialmente queimadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui