Advogado de suspeito de tentar matar a ex-mulher, em Venâncio, tenta um habeas corpus

-

Agentes da Polícia Civil seguem as buscas ao homem de 54 anos, apontado como autor do tiro de espingarda que feriu sua ex-mulher, três anos mais nova. O crime foi praticado por volta das 19h30min da quarta-feira, 15, no interior de Venâncio Aires. O delegado Vinícius Lourenço de Assunção representou pela prisão preventiva do suspeito e desde a sexta-feira, 17, ele se encontra na condição de foragido.

Segundo o delegado Felipe Staub Cano, as buscas são diárias e ininterruptas. “Estamos em constantes diligências no sentido de encontra-lo”, mencionou o titular da Delegacia de Polícia.

Paralelo às buscas, o delegado Cano mantém contatos com o advogado do procurado e soube que ele está tentando um ‘habeas corpus’. A intenção é impedir que seu cliente seja preso e que responda pelo crime em liberdade.

A arma usada no atentado, uma espingarda Rossi, calibre 36, de um cano, foi apreendida e será periciada.

Relembre o caso

A tentativa de feminicídio foi praticada quando a mulher foi buscar o filho na casa dos ex-sogros. Quando se aproximou em seu carro – onde também estava sua mãe -, viu o ex-marido, com que foi casada por mais de 30 anos, vindo em sua direção, empunhando uma arma.

A mulher tentou fugir, mas ele desferiu um tiro, que atravessou o pára-brisa traseiro do veículo e os chumbos atingiram o ombro da vítima. Ela dirigiu até a casa de familiares, que a levaram ao Hospital São Sebastião Mártir. Depois, foi até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), registrou o caso e solicitou as medidas protetivas da Lei Maria da Penha.

Segundo apurado pela Polícia Civil, o filho do casal, de 31 anos, teria presenciado o atentado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes