Vítima foi atingida por 11 tiros, todos nas costas (Foto: Alvaro Pegoraro)

Delegado Felipe Staub Cano revelou que os agentes da Polícia Civil trabalham com três linhas de investigação para esclarecer a morte de Jéferson Luís Faleiro, 33 anos. Nego, como era conhecido, foi atingido por 11 tiros disparados de uma pistola calibre 9 milímetros, no final da tarde do domingo, 5, na área central de Venâncio. Detalhe: todos o atingiram nas costas. “E alguns, quando a vítima já estava  no chão”, observou o delegado.

Segundo o titular da Delegacia de Polícia, a vítima havia chegado em casa com a namorada e antes mesmo de desembarcar do seu veículo, uma Parati, foi abordado por um desconhecido, que falou em comprar um veículo ou peças de um veículo pertencente à vítima. A mulher entrou na casa e em seguida escutou os tiros. Na sequência, viu o companheiro caído no meio da rua Senador Pinheiro Machado e o atirador fugir caminhando em direção a avenida Ruperti Filho.

Para o delegado Cano, trata-se de uma execução, pelas características do crime. “Trabalhamos com três linhas de investigação e espero eliminá-las no decorrer do dia”, disse.

O corpo de Nego foi encaminhado ao Departamento Médico Legal (DML) de Santa Cruz, onde sera feita a necrópsia nesta manhã. Ele é a quarta vítima de morte violenta do ano na Capital do Chimarrão.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome