Imagens de câmeras de segurança, como da ação de uma quadrilha no Centro de Distribuição de uma loja, ajudam no esclarecimento do caso (Foto: Reprodução/FM)

Entre os dez reféns feitos pela quadrilha que assaltou o Centro de Distribuição das Lojas Becker, na terça-feira à tardinha, em Venâncio Aires, estava o gerente da empresa. Jair Antônio Ames, 45 anos, declarou na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) que depois de ser rendido pelo bando, quando seguia embora em sua caminhonete Hyundai ix35, foi levado de volta à empresa e obrigado a ajudar os assaltantes a carregar o caminhão com mercadorias.

Ele, o vigia, quatro motoristas e um casal, a filha e uma senhora que os visitava (que moram em uma casa, ao lado dos pavilhões do depósito) foram rendidos pelo bando, que usava roupas pretas, com distintivo da Polícia Civil, além de luvas e toucas ninja. Armados, os assaltantes usaram o gerente para ajudar a carregar um caminhão Mercedes Benz com celulares e notebooks, entre outros eletrodomésticos. Conforme a Polícia Civil, estima-se que o valor roubado ultrapasse R$ 1 milhão.

Os dez reféns foram colocados na caminhonete e no outro automóvel e libertados em uma propriedade rural, no município de Triunfo. O bando deixou a ix-35 e o celular do gerente, com o qual eles fizeram contato com a Polícia Rodoviária Estadual e informaram sobre o crime. Depois, retornaram a Venâncio. Ninguém foi agredido. A Polícia sabe que o caminhão  com as mercadorias seguiu pela RSC-453 em direção a Lajeado.

LEIA MAIS: Quadrilha fez dez reféns no assalto ao centro de distribuição das Lojas Becker

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome