Segundo a denúncia, que 'viralizou' nas redes sociais, o dono do canil submete a maus-tratos constantes cães da raça Pit Bull.

A Brigada Militar de Mato Leitão foi acionada, na madrugada de domingo, 2, para atender a um caso de violência doméstica em Linha Santo Antônio. Ao chegar no local, a guarnição encontrou o homem, 27  anos, arrancando em um veículo Gol e desobedecendo a ordem de parada do policial militar, que acabou quase sendo atropelado.

Ao perseguir o veículo em fuga por quase um quilômetro, o condutor perdeu o controle do automóvel e acabou colidindo contra um poste na esquina da rua Leopoldo Arnold Hinterholz com a rua das Hortencias. Os policiais encontraram uma faca e um aparelho de choque dentro do veículo. Na residência, onde iniciou a ocorrência, haviam móveis e objetos quebrados. Além disso, a atual companheira do indivíduo relatou ter sofrido ameaça de morte.

Ao ser conduzido para a viatura, o suspeito tentou subornar o policial oferecendo R$ 500. Além de não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH), o homem apresentava sinais visíveis de embriaguez. Ele recebeu voz de prisão, sendo encaminhado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e, posteriormente, para a Delegacia de Policia de Pronto Atendimento (DPPA) de Venâncio Aires, onde foi lavrado flagrante. O homem foi conduzido a Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva). O veículo Gol foi recolhido ao Guincho Quinot, de Cruzeiro do Sul. A mulher vítima de ameaça disse não querer as medidas protetivas, pois irá embora do município.

*Matéria atualizada no dia 4 de fevereiro, às 7h53min, para correção de informação. 

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome